3 receitas para você economizar gás de cozinha

01 de dezembro / 2021 (atualizado)

Nos últimos meses, muitas pessoas têm quebrado a cabeça pensando em alternativas para economizar gás de cozinha. Afinal, o preço dele tem subido de maneira crescente por uma série de fatores, como a desvalorização da nossa moeda, o aumento mundial no custo do petróleo e a crise econômica que se agravou por conta da pandemia de Covid-19.

E é justamente pelo fato do botijão de gás ser um item indispensável na nossa rotina que ele tem pesado cada vez mais no bolso do brasileiro.

Por isso, viemos dar aquela força mostrando não só dicas práticas para você economizar no consumo dele, mas também trazendo algumas ideias bem bacanas de refeições que são simples de se preparar e o melhor: gastam pouco gás. Confira!

As 3 receitas para economizar gás de cozinha

Para começar, listamos três sugestões de lanche que você pode fazer em poucos minutos. Um deles, inclusive, até dispensa o forno. Pegue o caderninho e anote os ingredientes para testar em casa!

1. Bolo de caneca de micro-ondas

Ingredientes:

  • 1 ovo;
  • 1 colher de sopa de açúcar cristal;
  • 1 colher de sopa de manteiga derretida;
  • 100g de farinha (de trigo ou amêndoas);
  • 1 colher de chá de fermento;
  • 25ml de leite.

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes em uma caneca funda e leve ao micro-ondas por cinco minutos. Durante esse tempo, a massa vai se formar e ficar bastante parecida com a massa saída do forno. Caso queira, você pode inserir uma colher de chá de um ingrediente extra (como limão, morango, canela, chocolate etc.) para ter bolos de outros sabores.

2. Tapioca de atum

Ingredientes:

  • 200g de tapioca;
  • 2 colheres de sopa de atum ralado ao natural;
  • 50g de queijo muçarela;
  • 30g de cream cheese.

Modo de preparo

Aqueça uma frigideira por 30 segundos e, em seguida, coloque a goma da tapioca, virando-a até ela formar uma massa homogênea. Em seguida, é só passar o cream cheese na superfície dela, cobrir com o queijo, inserir o atum ralado ao natural e, por fim, enrolá-la. Pronto! Ela já poderá ser servida.

3. Pizza marguerita de frigideira

Ingredientes:

  • 1 folha de massa para pizza;
  • 1 tomate em rodelas;
  • 50ml de molho de tomate;
  • 100g de queijo;
  • 1 colher de chá de manjericão.

Modo de preparo

Coloque a massa para pizza em uma frigideira e aqueça até dourar os dois lados. Depois, é só colocar os demais ingredientes cobrindo toda a superfície dela, deixando tudo no fogo brando por mais dois minutos. Feito isso é só servir.

As 3 dicas para economizar gás de cozinha

Além das receitas para economizar gás e ajudar na economia doméstica, saiba que você também pode colocar em prática algumas ações para fazê-lo durar mais tempo e, assim, reduzir a sua despesa com a compra de novos botijões. Tome nota de quais são elas!

1. Opte por alimentos pré-cozidos

Se as suas refeições têm muitos pratos com ingredientes cozidos (como grãos, carnes e legumes etc.), opte por mudar a sua compra mensal ou semanal no supermercado. Para tanto, basta começar a levar mais alimentos pré-cozidos de fábrica para casa.

Na prática, você vai reduzir o tempo que leva para cozinhar as suas refeições, muitas vezes precisando apenas esquentar, escaldar, dourar ou refogar os produtos.

A longo prazo, você verá como o seu gás passará a levar mais dias ou mesmo semanas para ser trocado. Quem sabe até você até tenha como economizar no supermercado a partir dessa estratégia. Que tal?

2. Comece a assar alimentos em conjunto

Pratos, pães, lanches e sobremesas que vão ao forno demandam não só uma quantidade considerável de tempo para assar (em média, 30 minutos), mas também de um intervalo de tempo para que essa parte do fogão pré-aqueça (cerca de cinco minutos).

Ou seja, para manter a temperatura continuamente alta na casa dos 180º, 200º ou mesmo 240º, o forno consome um alto volume de gás. Porém, isso não significa que você precise se privar de fazer refeições assadas, ok?

O segredo para economizar nessas horas está em assar alimentos em conjunto, aproveitando ao máximo o espaço interno do forno com diferentes travessas.

O importante é que os pratos sejam do mesmo perfil alimentar para que uma receita não afete ou altere a outra. Por exemplo, faça simultaneamente um bolo e uma torta ou então carnes assadas com molhos parecidos (como o de madeira e o de vinho tinto).

3. Utilize as tampas das panelas

Muita gente tem o hábito de deixar as panelas destampadas, pois sente que assim fica mais fácil e prático para mexer os alimentos dentro delas. A questão é que a tampa não existe à toa, viu? Além de ajudar a manter a umidade da comida no ponto certo e conservar aromas e sabores da refeição, ela agiliza o processo tanto de cozimento quanto de fritura.

Isso acontece porque ela retém, no espaço interno da panela, o vapor que é liberado à medida que o alimento vai chegando mais próximo do ponto desejado.

Esse vapor, por sua vez, acaba aumentando a temperatura ali dentro, o que torna o cozimento e a fritura mais eficientes. Com o resultado, é preciso menos tempo para a refeição ficar pronta, o que acaba, por sua vez, reduzindo o consumo de gás.

As coisas que jamais podem ser feitas para economizar gás de cozinha

Se você quer ter como economizar na conta de luz, evite fazer substituições equivocadas, adquirindo, por exemplo, forno e fogões elétricos para deixar de lado as versões à gás.

Ao agir assim, seu gás até vai durar mais, é verdade, mas a sua conta de energia elétrica pode acabar subindo consideravelmente. Inclusive, isso vai ser ainda mais acentuado se na sua cidade já há bandeiras tarifárias mais caras cobradas pelas distribuidoras.

Outro ponto importante é não se deixar levar por soluções mirabolantes na internet que mostram como cozinhar usando “supostos substitutos” do gás, como carvão, álcool ou querosene. Isso pode colocar não só a sua integridade e a da sua família em risco, como também comprometer o seu imóvel em caso de incêndio e explosões.

E então, gostou das sugestões para economizar gás? Pois aproveite o embalo para também cortar gastos do orçamento que envolvem água, eletricidade, telefonia fixa e internet. Assim, você consegue enxugar as suas despesas e dar uma folga para o seu orçamento mensal. Que tal a ideia?

E como o assunto da vez é controlar e reduzir gastos, aproveite para saber o que é economia colaborativa e como ela pode ajudar você a sair do vermelho!

Gabriella Araujo

por Gabriella Araujo