Cashback: tudo o que você precisa saber

17 de janeiro / 2020 (atualizado)

 Já ouviu falar em cashback, mas não sabe o que é? Vem com a gente!

Além da Black Friday, existe mais uma prática americana ganhando forças em território brasileiro: o oferecimento de cashback aos consumidores de alguns produtos ou serviços.

De acordo com o Sebrae, em 2019, o Brasil já tinha cerca de 6,4 milhões de estabelecimentos que estão cadastrados em programas de cashback. Nos Estados Unidos, por exemplo, as empresas já faturaram mais de 1 bilhão de dólares por terem essas funcionalidade.

Diferente do que muita gente pensa, cashback não é exatamente um sinônimo para descontos e, nesse texto, nós iremos esclarecer todas as suas dúvidas sobre o tema :

  • O que é cashback
  • Quais são as vantagens?
  • Quais aplicativos e plataformas oferecem cashback?
  • Como é possível devolver o dinheiro?
  • Quais cuidados devemos tomar?

 

Vamos lá?

Afinal, o que é cashback?

Como o próprio nome diz, cashback (do inglês “dinheiro de volta”) é uma forma de devolver ao cliente parte do que foi gasto.

Com o apoio de tecnologias, a prática do cashback hoje acontece para compras realizadas tanto em lojas físicas como em e-commerces e até mesmo em algumas farmácias e supermercados.

 

Quais são as vantagens do cashback para os consumidores?

Se temos uma certeza nessa vida, ela é a de que quando compramos algo vamos gastar! Imagine então, ter em mãos não apenas o produto que você acabou de comprar, mas também uma parte do dinheiro gasto de volta?

Ou ainda, ter o que você comprou e isso gerar crédito para você usar em uma próxima compra naquela loja?

Todas essas são modalidades de cashback! Parece uma ótima ideia, não é mesmo?

 

Quais são os aplicativos e plataformas que oferecem cashback?

No Brasil existem algumas opções de plataformas e aplicativos que oferecem o cashback aos consumidores de suas lojas parceiras.

Fizemos uma lista das mais utilizadas por aqui:

 

1- Méliuz

Essa é a maior plataforma de cashback do país. Com mais de 1.600 lojas online parceiras, é possível encontrar produtos de diversas categorias, que vão desde alimentos a serviços.

Além disso, também é possível encontrar cupons de descontos por lá!

Para utilizar, basta instalar uma extensão na aba de navegação: mais simples clicando aqui.

 

2- Be Blue

A Be Blue possui várias lojas físicas parceiras, que ao pagar nelas, você precisa pedir pela maquininha da Be Blue. As compras podem ser feitas com cartões das mais diversas bandeiras e será necessário informar o CPF cadastrado.

O cadastro é feito por meio de um aplicativo, sem custos para download. Você pode baixar para o seu Iphone ou Android.

Mas atenção: é cobrada uma taxa de validação dos dados cadastrais no valor de R$ 1,99, uma única vez, direto do saldo de cashback que você terá na plataforma. Além disso, caso você não faça uso do saldo do aplicativo em até 120 dias, o saldo é expirado.

 

3- Ame Digital

Assim como a Be Blue, a Ame funciona por meio do download de aplicativo e cadastro. Para utilizar na hora das compras, escolha Ame como forma de pagamento nas lojas parceiras e aponte o celular para o QR Code que vai aparecer na tela.

Algumas das lojas parceiras da Ame são: Americanas.com e Submarino.

 

4- PicPay

O PicPay é um aplicativo que centraliza pagamentos bancários, de contas, possibilita enviar e receber dinheiro para outras pessoas cadastradas, além da inclusão de crédito em bilhetes de transporte, recarga de celular, dentre outras possibilidades.

Nesse caso, o cashback funciona como um bônus que o PicPay oferece em algumas promoções no aplicativo. O valor é disponibilizado na sua carteira virtual PicPay e pode ser usado no aplicativo para fazer novos pagamentos.

Além de plataformas e aplicativos de compras, alguns bancos também estão oferencendo o cashback com gastos realizados em cartões de crédito ou débito. Vale consultar se o seu banco também oferece esse benefício!

 

Como as plataformas fazem para devolver o dinheiro?

Ouvimos desde a infância de que quando o assunto é dinheiro, não existe brincadeira!

“Mas então, como essas plataformas conseguem oferecem o dinheiro de volta?”

A resposta é: as empresas parceiras das plataformas pagam para fazer seus anúncios. Parte desse pagamento é o retorno financeiro oferecido aos clientes. Além disso, a cada venda feita pela plataforma, as empresas também recebem uma comissão.

No caso de bancos que oferecem cahsback, o que acontece muitas vezes, é a devolução do dinheiro de forma proporcional aos seus gastos. Ou seja, quanto maior a sua fatura, mais cashback você terá.

 

Quais cuidados devemos tomar com cashback?

Quando você se cadastra em aplicativos confiáveis e reconhecidos, as chances de cair em uma fraude digital são pequenas.

Sendo assim, o maior cuidado que devemos tomar quando se trata de cashback é o de não cair em tentações. Ou seja, não gastar mais do que podemos só porque “o dinheiro vai voltar”.

No final do mês, essa conta pode não fechar e você vai acabar comprometendo outros itens básicos de casa e até entrando em dívidas totalmente desnecessárias.

Além disso, nas compras feitas com cartão de crédito, devemos sempre lembrar de incluir na conta os impostos e taxas, que podem ser mais altos do que o valor que será devolvido como benefício.

 

Ficou mais fácil entender sobre esse assunto? Se quiser conhecer mais temas que te ajudarão a ficar em paz com o seu bolso e a ter uma relação melhor com as finanças, visite o nosso Blog.

 

Ir para o Blog

Marcella Menasce

por Marcella Menasce