Veja como economizar ganhando pouco e experimente novas ideias

22 de outubro / 2019 (atualizado)

Conseguir pagar as contas em dia, ter momentos de lazer e não entrar em dívidas: viemos te ajudar nessa missão de equilíbrio!

Dica 1: Como economizar ganhando pouco – use a economia e o orçamento doméstico

Economia é a ciência que estuda o uso e otimização de recursos escassos, ou seja, recursos que existem em uma quantidade limitada ou pequena. Dessa forma, entender de economia não quer dizer ter muito dinheiro, mas sim saber como economizar ganhando pouco e saber como controlar as quantias ganhas e gastas. 

Então, se você sabe gerenciar bem os recursos de que dispõe, mesmo quando eles são escassos, você entende de economia. É o caso de quem consegue fazer muito com o que sobra depois de pagar todas as contas fixas, de água, luz, telefone e internet, gás, entre outras. Para que isso seja mais fácil, é essencial ter um orçamento doméstico organizado. 

O básico é ter um local onde você possa conferir todas as entradas e saídas de dinheiro de forma simples. Isso pode ser feito com papel e caneta, em planilhas no computador, ou até mesmo por aplicativo no seu celular. A forma como você faz o seu controle financeiro deve ser a que for a mais natural para você, o importante é que o orçamento doméstico exista e seja atualizado todos os meses. 

Dica 2: Tenha uma poupança mesmo ganhando pouco

Quando sobra pouco dinheiro no final de cada mês, qualquer imprevisto que demande mais dinheiro do que essa “sobra” pode causar um endividamento.Por isso, a melhor forma de evitar dívidas, é ter uma reserva de emergência. Você pode formar a sua reserva criando uma poupança ou outros tipos de investimentos como o CDB. O importante é ser consistente e depositar alguma quantia todos os meses. 

Desta forma, ao longo do tempo você formará uma quantia que servirá para ajudar a cobrir um gasto imprevisto sem entrar no negativo da conta-corrente ou se endividar no cartão de crédito. Além disso, também é possível fazer uma poupança visando algum objetivo, como uma viagem ou um curso , por exemplo. 

O valor que será guardado na poupança deve ser o primeiro a ser separado no orçamento doméstico após o pagamento das contas fixas. Depois disso, o que sobrar vai para gastos como lazer e diversão. Então, a partir de agora você verá dicas para aproveitar melhor esse dinheiro e também fazer atividades gratuitas que vão te proporcionar diversão e crescimento pessoal. 

Dica 3: Troque experiências e conhecimento sem gastar dinheiro

Como nós sabemos, as pessoas tem habilidades muito diversas e estão sempre em busca de aprender algo novo. Então, por que não juntar as duas coisa?

Uma forma de fazer isso é sugerir aos amigos uma troca de experiências. Uma pessoa que sabe tocar violão, por exemplo, pode liderar um grupo e dar uma aula básica do instrumento. Se você sabe cozinhar, pode conhecer pessoas interessadas nesse saberes e reuni-las em casa para que aprendam a fazer um prato. Compartilhar conhecimento com amigos e vizinhos pode ser uma forma gratuita e divertida de obter novas aptidões enquanto se diverte. 

Para facilitar os encontros e aprendizados, já existem aplicativos que unem pessoas com interesse em trocar experiências, como o beliive. Basta se cadastrar na plataforma e você poderá se oferecer para ensinar o que sabe e procurar alguém que ensine o que você tem interesse em aprender. Há opções de diversas atividades, desde aprender uma nova língua até fazer tricô. Os aprendizados podem tanto acontecer no formato de “barganha” (você ensina algo para alguém, e essa pessoa te ensina outra coisa) ou podem, ainda, servir para conseguir uma graninha extra.

Dica 4: Prefira comprar itens de segunda mão 

Brechós, lojas de mobília usada e feiras de troca podem ser o seu melhor aliado na hora de aprender como economizar ganhando pouco. Além disso, esses passeios podem ser deliciosos. Que tal, por exemplo, convidar aquele amigo ou amiga que você não vê há tempos para garimpar as lojinhas com você?

Arquitetos e decoradores falam de objetos de decoração usados como ainda mais valiosos por serem objetos com história, e itens de segunda mão chegam a ser valorizados em revistas de decoração. A prática de achar preciosidades escondidas, ou de “garimpar”, além de ajudar na economia, é uma forma de você poder encontrar peças exclusivas para você e deixar sua casa com a sua cara! 

Como fazer isso: você pode procurar por lojas físicas ou online de objetos de decoração usados e brechós. Para objetos de decoração você pode procurar em sites como Mercado Livre e OLX. Para roupas, você pode investir em sites como o enjoei. Assim, você terá roupas novas para sair e itens para receber bem em casa, sem gastar muito.

Bônus: Além de ser uma boa opção para economizar, esses sites podem ser uma opção para conseguir um dinheiro extra. Você pode olhar no seu guarda-roupa ou na sua casa e encontrar peças que não usa mais e colocá-las à venda. Essas peças em bom estado mas que não servem mais para você podem ser o que outra pessoa precisa. Essa prática pode te render um bom dinheiro a mais no seu orçamento. 

Dica 5: Use aplicativos de economia colaborativa 

Aplicativos de economia colaborativa são plataformas que visam reunir pessoas dispostas a colaborar com quem mora perto, doando ou emprestando itens que não usam mais. Por exemplo, imagine que você tem uma furadeira, mas não usa-a para fins profissionais. Nesse caso, na maior parte do tempo ela ficará encostada e sem utilidade. 

Já quando você participa de um aplicativo de economia colaborativa pode emprestar essa ferramenta para seus vizinhos, assim nem todos precisam ter uma furadeira em casa. Por outro lado, agora pense que você tem um evento chegando e gostaria de fazer o cabelo em casa, em vez de ir ao salão – o que é bem mais barato. Você pode solicitar pelo aplicativo o empréstimo de itens como secador, chapinha e modelador de cachos, em vez de comprar. 

O aplicativo pode vir a calhar quando precisar de um reparo em casa para receber pessoas ou, como no exemplo, quiser mais produtos para se arrumar em casa em vez de ir a um salão. E com essa economia sobra mais dinheiro para a parte do seu orçamento voltada ao lazer.

Um bom aplicativo para esse uso é o Tem açúcar. Ao instalar o aplicativo, você deve permitir que ele veja a sua localização geográfica. Desta forma, ele poderá encontrar pessoas que moram perto de você e fazem parte dessa rede de compartilhamento. O site é seguro, com o login associado ao facebook e uma nota dada pelos participantes para os vizinhos. Sem dúvidas essa é uma dica e tanto para quem quer saber como economizar ganhando pouco.

Dica 6: Aproveite a agenda cultural popular da sua região 

Apresentações culturais como shows e teatro possuem, muitas vezes, preços populares ou são gratuitas. Mas, para saber quando isso ocorre, você precisa acompanhar a agenda cultural da sua cidade. 

Se você mora em São Paulo ou Rio de Janeiro, vale a pena conferir a agenda do site Catraca Livre, que reúne diversas atrações gratuitas. Procure acompanhar a agenda do Sesc na sua cidade ou da cidade mais próxima. Lá são oferecidos cursos, oficinas e shows, entre outras atividades, de forma gratuita ou a preços populares.

Se você mora em uma cidade pequena, também vale a pena procurar se informar nos centros de cultura ou de eventos. Além disso, você pode criar seus próprios eventos e passeios: por que não organizar um piquenique ou uma trilha?

Dica 7: Tire proveito dos sites de desconto 

Fazer comida e assistir filmes em casa são definitivamente as opções mais baratas. Mas, em momentos especiais, você e sua família vão querer uma refeição em um restaurante ou sair para o cinema, e dá pra fazer isso mesmo se você busca descobrir como economizar ganhando pouco. 

Para que esses passeios se encaixem no seu orçamento, você pode recorrer aos sites de desconto, que oferecem entradas de cinema e shows a preços mais baratos, além de opções de alimentação em promoção. Então, antes de sair, olhe alguns desses sites e planeje qual será a melhor opção de custo-benefício que se encaixa no seu bolso. Alguns dos sites que podem ser úteis são Groupon, Peixeurbano e Cuponeria, por exemplo. 

Dica 8: Aprenda novas habilidades com cursos online gratuitos

Aprender uma nova habilidade é sempre uma boa escolha, seja visando uma valorização no mercado de trabalho ou o seu desenvolvimento pessoal. Há boas opções gratuitas para isso. Por exemplo, se você quer aprender a lidar melhor com dinheiro para cuidar bem das suas finanças e a como economizar ganhando pouco, pode fazer um um curso como o Conceitos básicos de matemática financeira, gratuito, oferecido pela FGV. A entidade também tem cursos gratuitos em outras áreas como marketing e administração. 

Ou você pode buscar cursos e tutoriais grátis sobre assuntos do seu interesse. Essa é com certeza uma forma de se divertir ao mesmo tempo em que aprende coisas novas e, o melhor, sem gastar nada!

Dica 9: Reveja suas referências em redes sociais 

As pessoas que você segue estão sempre indicando produtos que fazem você ter vontade de comprar? Deixe de seguir esse tipo de pessoa. Há estudos, como esse realizado pelo SPC Brasil,  que mostram que as redes sociais influenciam nos hábitos de compras e podem levar uma pessoa a se tornar mais consumista. 

No lugar de perfis que incentivam o consumo e perfis de marcas, siga os que incentivam o consumo consciente ou que falam de temas do seu interesse, que podem te inspirar e motivar de forma positiva, sem incentivos para compras e gastos desnecessários.

Gostou das nossas dicas de como economizar mesmo ganhando pouco? Vai utilizá-las na sua vida? Então, aproveite para visitar o blog da emDia e conhecer muitas outras dicas sobre saúde financeira!

Conheça o nosso Blog

Marcella Menasce

por Marcella Menasce