Cobrança indevida: como lidar com essa situação?

09 de abril / 2021

Receber cobrança por dívidas existentes é uma situação desagradável que pode deixar qualquer um desconfortável. Isso se agrava em casos de cobrança indevida — quando um consumidor que já pagou as suas dívidas ou não tem contrato em atraso recebe ligações e comunicados de forma recorrente.

Se isso está acontecendo com você, saiba que é possível resolver a situação e evitar maiores desgastes. Por mais desconfortável que possa ficar com a cobrança indevida, mantenha a calma e aplique práticas certeiras para solucionar o problema.

Para isso, continue a leitura deste post e entenda se você está sendo vítima de cobrança indevida. Em caso positivo, aproveite as dicas de como lidar com a situação e resolver o problema.

O que é uma cobrança indevida?

Uma cobrança indevida é caracterizada quando há a ocorrência de ligações ou outras formas de comunicados por parte de credores a uma pessoa que já quitou sua dívida ou nunca ficou devendo para aquela instituição.

Quais são os principais tipos de cobrança indevida?

É importante entender quais os tipos de cobrança indevida e o que fazer em cada um desses casos. Veja!

Dívida já quitada

É bastante comum que, mesmo após pagar uma dívida, você continue a receber ligações e outros meios de cobrança. Na maioria das vezes, isso acontece porque o pagamento ainda não foi processado ou porque os sistemas das instituições financeiras estão desatualizados.

Caso o pagamento tenha sido realizado recentemente, as cobranças devem ser cessadas dentro de alguns dias. Porém, se a cobrança se trata de uma dívida quitada há bastante tempo, é importante que você investigue melhor para se certificar de que a empresa recebeu o pagamento feito por você.

Serviços não contratados

Serviços financeiros e de telefonia são os segmentos com maior número de reclamações sobre a cobrança de tarifas indevidas. Geralmente, essas cobranças são referentes a serviços não contratados pelos clientes e isso pode gerar cobranças indevidas.

Quando isso acontecer, é importante que você solicite à empresa o cancelamento do serviço imediatamente, deixando claro que não há um documento que comprova a contratação.

Débito automático não autorizado

Se você tem um pagamento cadastrado em débito automático e no dia da compensação do pagamento sua conta estiver sem saldo ou ocorrer algum problema na transação, é bem provável que receba cobranças logo após a tentativa de débito.

Fraudes

As fraudes também são uma causa corriqueira no caso de cobrança indevida. Isso pode acontecer com clonagem de cartão de crédito, solicitação de empréstimo ou extravio de talões de cheque, por exemplo.

Também é bastante comum que compras pela internet ou contratações online sejam feitas por criminosos.

Na maioria das vezes, o consumidor só descobre que foi vítima de uma fraude quando começa a receber cobranças indevidas.

O que pode ser feito para lidar com essa situação?

Se você recebeu uma cobrança e desconfia que ela é indevida, atente aos sinais acima e, caso confirme a suspeita, siga as dicas para lidar com a cobrança indevida de forma correta.

Identifique a origem da cobrança

Após receber a cobrança indevida, identifique a origem dela. É importante descobrir se essa cobrança foi emitida pelo credor ou por uma empresa de cobrança terceirizada.

No caso de empresas terceirizadas, certifique-se de que se trata de uma parceira oficial do credor, pois fraudes também podem acontecer na etapa de cobrança.

Para saber se uma empresa é idônea, acesse o site e verifique como a empresa lida com a segurança nas cobranças.

Guarde seus comprovantes de pagamento

Se a cobrança que está recebendo é referente a alguma conta que já foi paga, a maneira mais fácil de lidar com essa situação é enviando o comprovante de pagamento para que a empresa dê baixa na cobrança.

É por isso que guardar os comprovantes de pagamento por pelo menos 5 anos é essencial em relação a cada pagamento que fizer. Com isso em mãos, você poderá confrontar a cobrança indevida e resolver essa situação.

Entre em contato com a empresa responsável pela cobrança

Se você identificou uma fraude ou um pagamento não reconhecido, entre em contato imediatamente com a empresa responsável pela cobrança e peça sua ajuda na solução da cobrança indevida.

Normalmente, essas empresas têm um setor específico para cuidar de casos como o seu e poderá instruir sobre como proceder até resolver a situação.

Entenda seus direitos

Para evitar que o nome fique sujo por conta de uma cobrança indevida, muitas pessoas preferem realizar o pagamento no ato para depois ir em busca de seus direitos. Nesses casos, é possível receber seu dinheiro de volta e solicitar uma compensação pelos danos sofridos.

Entre em juízo

Se todas as alternativas anteriores já foram realizadas e mesmo assim você não conseguiu resolver o problema da cobrança indevida, é possível entrar em juízo solicitando que a dívida seja excluída e que a empresa não faça mais a cobrança.

Como esse processo pode ser demorado e pode manter seu nome sujo e CPF cancelado até completa resolução, a sugestão é que comece pelas tentativas amigáveis de retirar as cobranças indevidas, indo no caminho de entrar em juízo somente nos casos não resolvidos com as práticas anteriores.

Mantenha a calma

Quando o tema é cobrança indevida, sabemos que a situação pode acontecer com qualquer pessoa a qualquer momento da vida. O importante é manter a calma, analisar bem a causa e encontrar uma solução adequada em cada caso.

Saiba que você está respaldado por seus direitos e sairá dessa situação o mais rápido possível após tomar as primeiras providências.

Esperamos que com as dicas oferecidas ao longo deste texto, você possa resolver da melhor forma caso esteja sendo vítima de cobrança indevida. Saiba que com tranquilidade e esclarecimentos você poderá resolver a questão e evitar maiores dores de cabeça.

Se as dicas deste post foram úteis e você quer receber outros conteúdos relacionados à saúde financeira, siga as páginas da emDia nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter e no YouTube.

Rodrigo

por Rodrigo