Como usar o saque emergencial do FGTS para negociar dívidas?

11 de setembro / 2020

O que você faz quando um dinheiro a mais entra no seu orçamento? É do tipo que usa o décimo terceiro salário para fazer uma reserva financeira? Ou acaba gastando, sem muito planejamento? Em vez de escolher um desses dois caminhos, você também pode negociar dívidas e se livrar delas. Para tanto, vale a pena utilizar o saque emergencial do FGTS.

A liberação desse recurso traz uma melhoria importante ao orçamento e que pode afetar positivamente o seu futuro. Afinal, é uma ótima forma de conquistar mais oportunidades e ter crédito sem complicações.

A seguir, descubra como usar o saque emergencial do FGTS para fugir de débitos e mude sua vida financeira!

Como funciona o saque emergencial do FGTS?

carteira de trabalho

Diante da pandemia do novo coronavírus, o governo desenvolveu algumas iniciativas para apoiar a renda dos cidadãos. Você já deve ter ouvido falar no auxílio emergencial, que é concedido a desempregados, informais e outros grupos dentro dos critérios socioeconômicos. Só que, embora seja amplo, o programa não contempla a todos, né?

Por isso, o saque emergencial do FGTS também foi aprovado. Ele permite que os trabalhadores com contas associadas ao FGTS possam sacar até R$1.045,00, que é o valor do salário mínimo em 2020.

Esse é um saque “à parte” e que não integra as regras tradicionais do FGTS — como o auxílio após demissão sem justa causa ou o suporte para aquisição da casa própria. É por isso que, mesmo que você tenha um valor disponível maior, não poderá sacá-lo totalmente.

Assim como aconteceu com o auxílio emergencial, esse saque do FGTS divide os beneficiários em grupos, de acordo com a data de nascimento. O primeiro crédito ficou previsto para 29 de junho, para os nascidos em janeiro. Já os nascidos em dezembro tiveram como data 21 de setembro. O saque ou transferência também foi escalonado entre o nascimento, variando de 25 de julho a 14 de novembro.

Inclusive, preparamos um conteúdo completo sobre o saque do FGTS. Desse modo, você terá informações ainda mais completas para entender como tudo funciona.

Qual é o jeito de usar o dinheiro do FGTS para quitar dívidas?

pilha de moedas

Como é uma situação atípica, o saque emergencial do FGTS serve como um dinheiro a mais no orçamento, né? Então, vale a pena aproveitar essa oportunidade para quitar dívidas e deixar as suas finanças em dia.

Para ter os melhores resultados, conheça algumas dicas essenciais que separamos. Venha conferir!

Defina as prioridades de pagamento

O primeiro passo é entender o que tem maior urgência para ser quitado. Confira, por exemplo, quais são as principais dívidas e quais têm juros de impacto ampliado. Uma dívida de cartão de crédito pode se transformar em uma bola de neve — e não é isso o que queremos, certo?

Essa etapa é especialmente importante quando você tem várias dívidas e valores superiores ao saque emergencial do FGTS. Se não for possível pagar tudo de uma vez, que ao menos você se livre dos débitos pesados. Pode ter certeza de que isso já vai ser um grande alívio e facilitar a tarefa de limpar o seu nome.

Crie uma boa estratégia para quitar as dívidas

Por falar em priorização e em diversos débitos abertos, é interessante investir em uma estratégia adequada para fazer o máximo com o seu dinheiro. Com os R$1.045,00 em mãos, você tem a chance de quitar uma ou algumas dívidas à vista, para já se livrar dos débitos.

Só que também há como parcelar as contas, de acordo com as possibilidades do seu orçamento. Nesse caso, pode valer a pena usar o valor do FGTS para quitar uma dívida e dar de entrada nas negociações de outras, por exemplo.

Evite qualquer erro calculando tudo e, assim, tendo a certeza de que cabe no seu orçamento. Com isso feito direitinho, o recurso extra pode servir até para limpar o seu nome.

Busque a melhor negociação

Quando você está em débito com uma empresa e ela realiza a cobrança, é comum que a abordagem seja direta e até um pouco agressiva. Inclusive, é bem comum que ocorra uma pressão para que aceite a primeira proposta que é feita.

Em vez disso, o ideal é não ceder às pressões. Invista em uma boa negociação de dívidas, de modo a conseguir ótimas condições para a sua situação.

Não tenha receio de buscar a alternativa que se encaixa melhor na sua realidade — especialmente quando o objetivo é utilizar o saque emergencial do FGTS.

Use uma plataforma online

Uma das melhores maneiras de se livrar das dívidas com a ajuda desse dinheiro extra é usando uma plataforma digital. Esse serviço atua como um intermediário entre você e os seus credores.

Basta acessar o sistema com o seu CPF e conferir quais são as dívidas em aberto. Como tudo está em um só lugar, fica mais fácil definir as prioridades em relação à quitação de valores.

Além disso, toda a negociação pode ser feita online. Há como definir a data de pagamento ideal, se pretende quitar à vista ou parcelado e quais são as outras condições. Assim, você resolve a situação em questão de minutos, com bastante segurança e a certeza de ter ótimas condições.

E depois de renegociar as dívidas?

mãe ensinando educação financeira para seu filho criança

Tão importante quanto usar o saque emergencial do FGTS para eliminar as dívidas é pensar no que vem após. Lembre-se de que essa liberação de valores aconteceu de maneira extraordinária. Então, na prática, não há como contar sempre com esse recurso para se livrar dos débitos.

Depois de limpar o seu nome e fugir do fantasma das dívidas, portanto, o ideal é ter cuidado para não comprometer o seu orçamento de novo. Em vez disso, invista em educação financeira e não gaste mais do que ganha. Esse é o melhor modo de cuidar bem dos próprios recursos e da integridade do seu nome, o que fará toda a diferença para conseguir crédito.

Usar o saque emergencial do FGTS para negociar dívidas é uma ótima forma de aproveitar esse recurso extra. Para acertar em cheio, nada melhor que ter o apoio de uma plataforma online como parceira. Assim, você contará com mais facilidade na renegociação e bem mais confiança no processo.

Quer descobrir como você pode ter uma renegociação fácil? Acesse o site da emDia!

Ir para o site

 

Marcella Menasce

por Marcella Menasce