Como recuperar crédito depois de limpar o nome? Veja 5 dicas!

16 de abril / 2021

Quitar as dívidas é um alívio, não é mesmo? A sensação de ter a vida financeira organizada é uma recompensa pela superação desse momento tão delicado.

Porém, muitas pessoas podem ter dificuldades em recuperar crédito depois de limpar o nome, já que as instituições financeiras analisam o histórico de cada consumidor, negando, em muitos casos, pedidos para a emissão de cartão, financiamento e cheque especial mesmo para quem está sem dívidas atuais.

A boa notícia é que o mais difícil já passou! Se você está com o nome limpo, é questão de tempo até recuperar crédito. Para isso, reunimos neste texto 5 dicas de como recuperar crédito depois de limpar o nome. Acompanhe!

1. Apresentar o comprovante de renda

Quando um credor realiza a análise prévia para liberar crédito a um consumidor, seu objetivo é entender qual a probabilidade de haver inadimplência por parte do cliente. Um dos fatores avaliados é a renda comprovada, que mostra como o consumidor tem recursos para arcar com o pagamento do crédito concedido.

Muitas vezes, as informações que as instituições financeiras têm estão desatualizadas, e isso pode prejudicar a aprovação de crédito. Então, a primeira dica é que você envie seu comprovante de renda atualizado para o banco onde tem conta e às demais instituições nas quais deseja solicitar o crédito.

2. Esperar um tempo mínimo

Assim que quitar suas dívidas, é bem provável que você imediatamente volte a solicitar crédito, afinal, estará com o nome limpo. Porém, esse comportamento não passa despercebido pelos bancos e credores, pois indica que aquele consumidor logo fará outra dívida em seu nome.

O ideal é que você espere alguns meses para contratar novamente um crédito até que seu score volte a subir e, durante esse período, faça o possível para manter sua saúde financeira em dia, controlando seus gastos, poupando e garantindo que suas despesas estejam de acordo com seu poder aquisitivo.

3. Fazer os pagamentos em dia

Enquanto você está com o nome limpo, mas ainda não recuperou o crédito, cada detalhe pode ser analisado pelos credores antes de lhe concederem o crédito.

As empresas têm acesso a informações que mostram a recorrência de pagamentos em dia, se o saldo do cartão está sendo quitado mensalmente e se o cheque especial é usado com frequência.

Para garantir e acelerar a recuperação de crédito depois de limpar o nome, atente à pontualidade dos seus pagamentos e evite atrasar boletos ou deixar a sua conta-corrente com saldo negativo no cheque especial.

4. Buscar por novos credores

Após ter o nome negativado por inadimplência em um banco ou instituição financeira, é normal que essa empresa não libere crédito para você por um tempo, já que ela entende que o risco de gerar uma nova dívida é alto.

Se você está precisando de crédito depois de limpar o nome, seja para financiar, emitir cartão de crédito, seja para um empréstimo, a forma mais fácil de conseguir aprovação é buscando novos credores, com os quais você ainda não tenha solicitado nenhum tipo de crédito.

Desse modo, aumentam as chances de conseguir aprovação, além da possibilidade de obter taxas de juros mais atrativas, já que o credor lhe dará um “voto inicial” de confiança.

5. Solicitar crédito moderadamente

Uma atitude que faz as instituições financeiras reprovarem os pedidos de crédito são as tentativas constantes por parte do consumidor.

Esse tipo de atitude pode demonstrar aos credores que você está com problemas em sua vida financeira e, em alguns casos, até levantar suspeitas de fraudes por conta das insistentes solicitações de crédito.

Portanto, se você acabou de pedir um cartão de crédito, por exemplo, e recebeu uma resposta negativa, o mais indicado é esperar alguns meses e, enquanto isso, garanta que sua vida financeira esteja em ordem, fazendo pagamentos em dia e controlando seus gastos.

Ainda estou com o nome sujo, o que fazer?

Se você sonha com o momento em que seguirá os passos acima de como recuperar crédito depois de limpar o nome, saiba de que modo se livrar das suas dívidas atuais de maneira prática e segura. Confira as dicas!

Faça um balanço da sua situação financeira atual

Se você está com dívidas acumuladas, é bem provável que esteja ou tenha passado por momentos de negação, nos quais prefira esquecer que esse problema existe. O ponto negativo disso é que ignorar as dívidas pode tornar a sua situação ainda mais delicada.

Portanto, liste todas as suas dívidas, calcule os valores atuais com a incidência dos juros e faça um balanço geral da sua situação financeira, incluindo gastos, dívidas e recebimentos. Em seguida, crie planos de contenção e verifique a possibilidade de fazer renda extra para equilibrar novamente as finanças.

Negocie com credores

Assim que concluir seu balanço financeiro e traçar um plano para sair das dívidas, é hora de partir para a negociação das suas dívidas. Procure os credores e entenda quais propostas eles apresentam para que você fique em dia com as dívidas e contratos em atraso.

Conte com a ajuda de uma empresa especializada

Muitas vezes, o contato e a negociação com as instituições credoras são complexos e burocráticos e envolvem ligações demoradas e falta de flexibilidade na concessão de descontos e opções de parcelamento.

Para resolver tal questão, você pode contar com a ajuda de empresas especializadas em intermediar a negociação entre credores e consumidores inadimplentes.

Se quiser facilitar essa negociação, você pode utilizar a plataforma da emDia, que centraliza suas dívidas em um só lugar e permite que você faça acordos com as empresas de forma rápida e fácil pela internet, além de oferecer condições especiais para quitar sua dívida.

Como vimos ao longo do texto, com uma dose de paciência e organização, é possível encontrar meios de como recuperar crédito depois de limpar o nome. Concentre-se nas recomendações apontadas neste texto para ter uma vida financeira muito melhor.

Agora que tal colocar as dicas aprendidas em prática e ainda contribuir com a saúde financeira de outras pessoas do seu círculo de amigos e familiares? Para isso, compartilhe este artigo em suas redes sociais e convide-os a seguir as sugestões citadas aqui!

Rodrigo

por Rodrigo