O que é o score de crédito? Entenda de uma vez

14 de julho / 2020

Quando você decide fazer um crediário, pede um empréstimo ou solicita um financiamento, a instituição precisa analisar o risco de inadimplência que você representa. Nesse sentido, o score de crédito ajuda a criar uma análise justa e completa.

Ele foi instituído no Brasil, oficialmente, em 2017 e, desde então, transformou-se em uma das principais ferramentas. Mas você sabe o que ele significa na sua vida? Quais são os impactos que ele traz?

Para responder a essas perguntas e muitas outras dúvidas comuns, apresentamos o que é o score de crédito. Confira!

 

O que é o score?

O score de crédito é uma classificação que varia de 0 a 1000 e que serve para indicar o perfil de pagamento de um cliente. O número é o resultado de pesos variados dados a certos fatores.

Basicamente, quanto mais próximo de 0 o score estiver, maior é o risco de inadimplência. Quando o número estiver perto de 1000, por outro lado, significa que o cliente tem um bom histórico e mais chances de se manter dentro dos prazos de pagamento.

Hoje, ele é utilizado por diversas instituições e serve como um parâmetro confiável para comparar informações.

 

Como ele é calculado?

Esse número não é apresentado de modo aleatório. O score de crédito é o resultado de um cálculo que envolve vários fatores e que variam entre os birôs de crédito. Embora não seja possível definir exatamente quais são os aspectos considerados em cada serviço, podemos ter uma ideia geral das questões.

Entre os principais fatores que são usados para o cálculo, estão:

  • existência de dívidas negativadas atuais;
  • histórico de dívidas dos últimos 5 anos;
  • data da dívida mais recente;
  • volume de solicitações de crédito no período;
  • contas pagas em dia;
  • dados cadastrais atualizados e outros aspectos semelhantes.

Todas as informações servem para criar uma “modelagem” e mesmo uma solução que ajude a prever o comportamento de crédito e pagamento. Então, cada aspecto tem um peso diferente e o cálculo é dado na forma do número que já conhecemos.

Não custa reforçar, mas cada birô tem a própria metodologia e considera fatores específicos. Por isso, o valor costuma ser levemente diferente entre os serviços.

 

Por que o score de crédito é importante?

É importante entender que o score de crédito é mais que um número. Ele representa um dos elementos mais relevantes para qualquer consumidor. Por isso, deve fazer parte dos seus cuidados com a vida financeira.

Para compreender melhor qual é o seu impacto, confira qual é a relevância associada ao score de crédito e como isso interfere em seu cotidiano.

 

Facilita a concessão de crédito

Como dissemos, esse número serve como uma medida da capacidade de pagamento e do comportamento dos consumidores. Portanto, transformou-se em uma das medidas mais confiáveis para gerar análise de crédito.

Na hora em que você for pedir um empréstimo ou solicitar um novo cartão, o score poderá ser consultado. Dependendo do valor, sua solicitação é aceita ou recusada. Em alguns casos, serve até para os financiamentos e para outras linhas, então tem tudo a ver com a realização dos seus sonhos.

 

Pode reduzir as taxas de juros

De maneira simplificada, os juros são a remuneração da instituição e o “colchão de segurança” em caso de inadimplência. Então, quanto menos risco de ser inadimplente você apresentar, menores poderão ser as taxas e os encargos.

Então, cuidar do seu score é uma forma de conseguir condições melhores ao contratar crédito, independentemente do tipo. Com isso, há a chance de tornar a sua vida financeira ainda melhor e com mais vantagens.

 

Facilita o pagamento das dívidas

Quando você contrata um financiamento, passa a assumir uma dívida de longo prazo, certo? Além do valor a ser utilizado, você paga a taxa de juros. Quanto maior ela for, maiores serão os seus custos até o final do contrato. Considerando tudo isso, fica fácil entender que o score de crédito também pode ajudar.

Afinal, ele ajuda a reduzir os juros e, portanto, diminui a dívida total. Na prática, as parcelas ficam menores ou duram menos tempo, o que dá um grande alívio ao seu orçamento.

 

Agiliza os procedimentos

Quando um cliente demonstra ser de médio ou alto risco quanto à inadimplência, a entidade ou empresa precisa fazer uma análise muito mais completa. Então, significa que o processo se torna mais burocrático e a resposta demora.

O score, por outro lado, pode ser consultado em uma questão de segundos. Dependendo do valor apresentado por você e das faixas definidas pela empresa, a concessão do crédito fica especialmente rápida.

 

Favorece o gerenciamento da vida financeira

Conhecer o seu score de crédito e acompanhar sua evolução também é uma forma de ter uma espécie de “raio-X da vida financeira”. Como ele considera diversos fatores, hábitos e comportamentos em relação ao dinheiro, também indica se você precisa se conscientizar e melhorar em algum aspecto.

Tudo isso é essencial para notar a necessidade de manter o orçamento em ordem e de desenvolver novos hábitos. Assim, você consegue otimizar o orçamento e passa a usar o seu dinheiro da melhor maneira.

 

Qual valor de score é considerado bom?

De forma ideal, o melhor score de crédito possível é aquele que atinge 1000. No entanto, não é a única alternativa que é considerada adequada.

Em geral, esse índice é considerado “bom” quando fica entre 625 e 699. Quando está entre 700 e 799, é considerado “muito bom”. Acima de 800, já é avaliado como sendo “excelente”. Ele representa que o cliente tem um risco baixo ou muito baixo de ficar inadimplente nos próximos 12 meses.

Nessas condições, é muito comum receber ofertas diferenciadas de crédito. Isso é possível, principalmente, porque há mais confiança na capacidade de pagamento e no histórico do cliente. Com isso, há a possibilidade de oferecer algo diferenciado.

 

O que é o score de crédito regular?

Já o score de crédito regular ocupa uma faixa intermediária. Ele não é tão ruim a ponto de negar todos os créditos do mercado, mas também não é o bom o suficiente para garantir a aprovação em outras alternativas.

Ele indica que um cliente tem uma probabilidade moderada de ficar inadimplente nos próximos 12 meses — em uma espécie de 50% de chances. Numericamente, é representado pela faixa que vai de 550 a 624.

 

Qual valor de score é considerado baixo?

Já o score baixo é aquele que varia de 0 a 549. Quem está nessa faixa apresenta os maiores riscos de ficar inadimplente nos próximos 12 meses. Com isso, conseguir crédito se torna muito difícil.

A boa notícia é que há como reverter essa situação — inclusive, de apenas um mês para o próximo. Porém, quanto mais perto o valor estiver de 0, mais esforços serão necessários para reverter a situação.

 

Qual score preciso ter para conseguir um cartão de crédito?

Uma dúvida comum quando falamos em score de crédito envolve o número necessário para conseguir a aprovação de certos produtos e serviços. Quer ver?

Ao falar de cartão de crédito, por exemplo, muita gente acha que existe um número determinado que deve ser atingido, só que não é bem assim. O score é apenas um dos fatos analisados pela operadora, que também procura entender a capacidade de renda e outras qualidades.

Então, uma pessoa com um score regular pode conseguir o cartão e outra com o score bom pode ter que fazer uma nova solicitação. No geral, os extremos são mais definitivos: quem tiver um score muito baixo, normalmente, não é aprovado, enquanto um valor bem alto aumenta as chances.

Mesmo assim, vale lembrar: o score de crédito é uma ferramenta de apoio e não a garantia absoluta de que uma solicitação será aprovada.

 

Como melhorar meu score?

Já que essa classificação é tão importante, é hora de saber como melhorá-la. Algumas mudanças de hábito e ações estratégicas já garantirão que você consiga resultados melhores, sabia?

A seguir, veja como aumentar o seu score e transforme a sua avaliação em relação ao crédito!

 

Pague as contas em dia

Já que os débitos prejudicam a sua classificação, é essencial manter as suas contas sempre em dia. Por isso, o indicado é fazer o pagamento até o dia do vencimento, no máximo. Assim, você evita que a sua avaliação seja prejudicada.

Para conseguir colocar isso em prática, o melhor é elaborar um planejamento financeiro, mapeando todos os vencimentos. Pague as dívidas assim que elas surgirem, pois isso reduz os riscos de não ter recursos para quitá-las no momento certo.

Também pode ser o caso de deixar alguns valores em débito automático. Assim, você tem a certeza de que eles serão quitados a tempo.

 

Não tenha dívidas negativadas

Por falar em pagar as dívidas no prazo, é fundamental não ter dívidas negativadas no seu nome. Afinal, isso gera o chamado “nome sujo” e faz com que você não tenha mais acesso ao crédito.

Para limpar o seu nome, é preciso quitar os seus débitos e uma forma de fazer isso é pela negociação de dívidas. Você pode contar com o apoio da emDia para essa tarefa! Basta se cadastrar, conferir as suas dívidas e negociar. Também escolhe quanto deseja pagar por mês e ainda aproveita descontos e condições especiais.

Após fazer o pagamento (ou de quitar a primeira parcela), seu nome ficará limpo em até 5 dias úteis. Depois, seu score de crédito vai aumentar graças a essa decisão.

 

Tenha mais contas em seu nome

Outra forma de fazer com que o seu score de crédito fique melhor é ao facilitar que as instituições financeiras possam “mapear” o seu comportamento financeiro. Para isso, é preciso fazer movimentações, o que significa ter mais contas em seu nome.

Utilizar o cartão de crédito de maneira estratégica, por exemplo, fará com que você tenha operações financeiras registradas. Se mantiver todas as contas em dia, o seu score será ampliado.

Também é interessante buscar ter outras contas em seu nome e que ajudem a demonstrar a sua capacidade de pagamento. Além de construir um histórico mais sólido, é uma forma de melhorar a classificação.

 

Faça o cadastro positivo

O cadastro positivo foi criado com a intenção de reunir informações de consumidores, com fácil acesso para empresas que fornecem crédito. Com isso, ele centraliza o histórico dos clientes e permite uma avaliação mais precisa.

Atualmente, a inclusão no cadastro já é automática. Mas, se por algum motivo, você tiver pedido para sair ou não estiver incluído, vale incluir seus dados novamente.

 

Não solicite muito crédito em pouco tempo

A solicitação constante de crédito é encarada como um sinal de alerta na maioria dos birôs. Se você pedir vários cartões ao mesmo tempo ou insistir várias vezes em um empréstimo, pode parecer que a sua vida financeira não vai bem. Como consequência, seu risco apresentado é maior e o score é prejudicado.

Então, tenha cuidado com a quantidade de solicitações que você realiza em determinado período. Além de tudo, é uma forma de ajudar a sua organização financeira, pois evita que você tenha mais soluções que pode pagar, por exemplo.

 

Mantenha os dados atualizados

Em diversos birôs, a “data” dos seus dados impacta o crédito. O motivo é simples: todas as informações contam para uma análise de crédito, desde o fato de ter casado até a mudança nas formas de contato. Por isso, quem fica com os dados desatualizados vê o score de crédito ficar menor.

Para não ter erro, vale conferir quais são as informações apresentadas aos birôs e realizar a atualização, caso seja necessário. Assim, você evita que ocorram diversos problemas e ainda melhora as suas chances.

 

Faça um acompanhamento do indicador

Quanto mais você conhecer a sua vida financeira, mais fácil é gerenciá-la. Por isso, é altamente recomendado realizar um acompanhamento completo a respeito desse indicador.

A dica é fazer uma verificação a cada semana ou a cada mês. Anote os valores para ter um registro e saber como anda a variação da sua “previsão de crédito”. Fazer isso é importante para identificar uma queda e, assim, notar que uma conta precisa de atenção, por exemplo.

Também é uma forma de traçar novas estratégias para aumentar o seu score e, assim, conseguir os resultados desejados.

O score de crédito é um serviço essencial para as empresas e instituições financeiras e também para você. Com ele, seu perfil de crédito é facilmente analisado e, se o número for elevado, a conquista de crédito será simplificada.

Gostou das dicas? Fique de olho no Blog da emDia para mais conteúdos sobre score e saúde financeira!

 

Ir para o Blog

Marcella Menasce

por Marcella Menasce