Golpe do boleto falso: como não cair nessa!

29 de dezembro / 2021 (atualizado)

Aprenda a identificar se um boleto é falso ou não e descubra como não cair nesse golpe!

O golpe tá aí — e ao contrário do que diz a música, cai até quem não quer. Não há como negar, a quantidade de golpes aplicados tem aumentado a cada dia e os criminosos estão ainda mais ousados e criativos nas tentativas de fraudes e nos novos modos de executá-las.

Apesar de não ser novidade no mercado, o golpe do boleto falso entra nessa lista e ainda faz muitas vítimas. Se você ainda não sabe do que se trata, quer ter mais segurança sobre seus pagamentos ou precisa ter mais conhecimentos sobre essa modalidade, continue por aqui: separamos um conteúdo explicativo que será de grande valor para você! Acompanhe!

O que é e como funciona o golpe do boleto falso?

O golpe do boleto falso está cada vez mais aprimorado e muitas vezes passa despercebido pelas pessoas. Essa fraude consiste em uma falsificação de cobrança em forma de boleto. Sendo assim, o valor cai diretamente na conta do golpista e não na instituição que vem descrita no documento a ser quitado.

Os boletos fraudados podem chegar para você por meio de sites, com links para que as vítimas baixem os documentos (ou seja, façam o download do arquivo). Também pode acontecer de interceptar o e-mail que a empresa verdadeira mande um boleto legítimo. Assim, é anexado o boleto falso e, ao efetuar o pagamento, o golpe é finalizado.

O que fazer para identificar um boleto falso?

As maneiras de aplicar golpes estão cada vez mais aprimoradas. Desse modo, é preciso prestar atenção a alguns detalhes.

Ao tomar os cuidados necessários, é possível que a vítima evite cair na armadilha e proteja seu dinheiro, assim como os interesses de empresas que prestam serviços para ele. Veja a seguir algumas dicas sobre como se prevenir do golpe do boleto falso!

1. Analise a origem do boleto

A primeira coisa a ser feita é analisar se o boleto que chegou para o pagamento veio na data de costume. Verifique se o remetente do e-mail é da empresa que presta serviços a você. Se o nome ou e-mail for desconhecido, tome cuidado!

Outro ponto importante a ser visto é se o link do e-mail redireciona para sites que não são oficiais da empresa. Você deve prestar muita atenção nesses aspectos, de primeira, para entender se está lidando com a empresa de fato ou com um fraudador.

2. Verifique o logotipo da empresa

Os boletos emitidos pelas empresas prestadoras de diversos serviços usualmente vêm acompanhados de logotipo da instituição no canto superior. Se ele estiver diferente dos últimos boletos que pagou, desconfie.

Caso fique em dúvida se o código do boleto é da empresa certa, você pode verificar em sites oficiais. Nesse caso, basta analisar se os três primeiros números existentes no boleto se referem mesmo à empresa emissora.

3. Veja se o beneficiário do boleto está correto

Na hora do pagamento de seu boleto, observe se o beneficiário descrito coincide com o da instituição para a qual você pretende pagar. É essencial conferir se os dados correspondem para não cair na armadilha do boleto falso e perder dinheiro.

Um bom exemplo disso é, caso vá pagar um boleto de internet, olhe se o nome da empresa é de fato daquela que você contratou para atender a esse serviço.

4. Observe o valor impresso no boleto

Se paga por um valor mensal em determinado produto ou serviço, e ele veio alterado, sem nenhum aviso prévio, desconfie! As empresas responsáveis pela prestação de serviços costumam avisar os clientes sobre qualquer alteração nos custos de pagamentos recorrentes. Desse modo, os golpistas costumam alterar os valores dos boletos para que se beneficiem ainda mais rápido das fraudes.

Uma excelente dica é verificar os últimos números da linha do código de barras: eles devem ser iguais ao valor do boleto.

5. Tenha cuidado com boletos vencidos

Outro ponto a ser analisado na hora de identificar fraudes é no momento da atualização dos boletos vencidos. Se notar que o documento a ser pago está atrasado e for atualizá-lo, tenha atenção ao link que está disponível para essa ação.

Atualmente, existem muitos sites de fraudes: eles simulam a atualização e, na verdade, estão enviando um boleto falso.

Como, então, se prevenir do boleto fraudado?

Aprender a se prevenir dessa fraude é importante para a melhor segurança de sua vida financeira. Existem meios de não cair nesse golpe ao qual muitas pessoas estão sujeitas.

Uma excelente opção para evitar que isso ocorra é reforçar as senhas de e-mails que você tiver. Ativar o modo de verificação em duas etapas é também uma ótima forma de proteção do seu e-mail.

Faça a contratação de um antivírus de boa qualidade: ele protegerá seus dados e analisará os arquivos antes de serem baixados. Assim, o risco de algum vírus infectar seu dispositivo e abrir portas para a fraude será praticamente anulado.

Fique atento também a e-mails fantasmas, aqueles que não contém informações da empresa e que peçam atualizações de cadastro.

Se quiser mais algumas dicas, é só acessar o nosso vídeo sobre o assunto!

EMBEDAR VÍDEO >>> https://www.youtube.com/watch?v=5hrRerqdqLA

O que fazer após pagar um boleto falso?

Se você pagou um boleto e recebeu a notícia de que era um boleto fraudado, será necessário tomar as devidas providências o mais rápido possível. Quanto antes identificar o golpe, as chances de reverter o contratempo serão melhores.

A primeira medida é ligar para o banco e informar a situação. Existe a possibilidade de que a instituição financeira consiga fazer o golpista não ter acesso ao dinheiro, realizando um bloqueio preventivo da transação.

Outro passo que pode ser realizado é um boletim de ocorrência (B.O.). Para fazer, é importante levar o comprovante do boleto pago à unidade de polícia, assim como seus documentos pessoais. Esse B.O. deve ser feito para verificar a existência de contas de terceiros envolvidos e, assim, dar início a uma investigação apropriada para chegar ao(s) golpista(s).

Os golpes realizados contra pessoas e empresas estão cada vez mais comuns, sobretudo pela falta de atenção na hora de efetuar pagamentos. Essas fraudes vão desde boletos falsos até golpes do PIX, os quais ultimamente têm sido muito frequentes. Por isso, vale a pena conferir com calma todos os dados, datas e valores antes de concluir uma transação ou pagamento de boletos on-line.

Agora que já sabe como funciona o golpe do boleto falso, como reconhecê-lo e o que fazer para se prevenir do problema, que tal entender como funciona o phishing, uma fraude de roubos de dados pessoais? Não deixe de conferir essa leitura e fique ainda mais antenado ao assunto!

Gabriella Araujo

por Gabriella Araujo