Descubra aqui como funciona o empréstimo consignado!

30 de agosto / 2021

O dinheiro é um dos principais recursos para se viver bem e ter uma melhor qualidade de vida. Porém, nem sempre temos um saldo disponível que nos possibilite realizar alguns sonhos que almejamos, certo? Logo, neste artigo, você saberá como funciona o empréstimo consignado e a melhor maneira de adquiri-lo.

É preciso ressaltar que o crédito consignado é um dos mais populares no Brasil atualmente, pois oferece excelentes condições para quem opta pelo serviço. Nessa categoria de empréstimo, você consegue usar como garantia o seu salário para, assim, reduzir os riscos durante a operação.

Quer entender melhor tudo isso? Então, siga com a gente e fique por dentro de mais novidades!

O que é o empréstimo consignado?

Antes de entender como funciona o empréstimo consignado, é importante saber o que é esse crédito e para quem ele é indicado.

Nessa modalidade, o cliente solicita o crédito e passa a ter o valor das parcelas descontados na folha de pagamento. Ou seja, é cobrado diretamente no salário ou na aposentadoria. Ele é mais procurado por pensionistas, pessoas aposentadas e funcionários públicos.

É uma opção se você deseja praticidade e agilidade na hora de buscar um crédito para realizar alguma compra. Isso porque algumas linhas de crédito começam a cobrar a dívida em um prazo de até 48 meses (4 anos) ou, em casos especiais, até 96 (8 anos). Nisso, a primeira parcela você só paga depois de 3 meses de efetuado o empréstimo. Interessante, né?

Como funciona o empréstimo consignado?

Saiba que a característica que diferencia esse tipo de crédito para as outras modalidades é a sua forma de pagamento. Afinal, o desconto não é realizado em conta-corrente ou em boleto bancário como nos outros casos.

É muito simples solicitar esse empréstimo: você deve apresentar alguns documentos pessoais, como RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de renda atualizado.

Assim, o valor que terá disponível para a sua operação será aquele condizente com o seu salário. Desse modo, para respeitar a margem consignável, o banco libera um valor que o cliente conseguirá pagar sem comprometê-lo inteiramente. Isso porque o seu salário total não é destinado apenas ao pagamento da dívida em questão, certo?

O crédito pode ser suspenso?

As pessoas interessadas em fazer a suspensão do empréstimo devem procurar o mais rápido possível a instituição financeira onde fez a negociação. Mas é preciso deixar claro que o banco não é obrigado a conceder carência a você. A suspensão pode valer até 120 dias, caso avaliada pela instituição. Mas isso não afasta juros e encargos firmados no contrato.

Então, é importante fazer um balanço da sua situação financeira antes de procurar um credor. Isso pode ser feito por meio da reunião de documentos que comprovem a sua renda atual, os gastos mensais com despesas ou outras dívidas contraídas ao longo dos anos.

É preciso também providenciar comprovantes que demonstrem as pessoas de sua família que são dependentes do seu salário, como os seus filhos ou netos.

Desse modo, após analisar a papelada, caberá ao banco propor alguma negociação que não prejudique o cliente. Em geral, é uma prática feita por meio da redução de impostos ou prolongamento das datas de pagamento.

Se fui demitido, devo usar a rescisão para pagá-lo?

É fato que boa parte dos trabalhadores brasileiros não tem empregos que garantam total estabilidade. Portanto, antes de entrar em qualquer dívida, é preciso fazer um bom planejamento.

Como o crédito consignado só existe porque é possível descontar na folha de pagamento do tomador, é normal as pessoas terem dúvidas em casos de demissões. Afinal, em tempos de pandemia, o nível de desempregados no Brasil teve um aumento.

Nesse sentido, quando você é demitido e ainda tem parcelas de empréstimo para serem quitadas, existem algumas maneiras de lidar com essa situação. Uma delas é descontar as parcelas na sua conta. Outra forma é pagá-las utilizando um boleto bancário.

Diante disso, você pode olhar no seu contrato de empréstimo ou com a instituição financeira quais são as condições para esse tipo de situação. Depois disso, você entra em contato com o banco e tenta as negociações. Cada credor dispõe de recursos diferentes aos seus clientes, alguns aceitam a rescisão para pagamento e outros não.

Logo, no caso de demissão, seja por justa causa ou não, algumas empresas podem usar até 30% do valor da rescisão para pagar o empréstimo consignado. Porém, isso deve fazer parte das cláusulas do contrato. Caso contrário, não poderá ser feito.

Vale a pena fazer empréstimo consignado?

Ok, você já entendeu como funciona o empréstimo consignado, mas será que vale a pena mesmo? Pois bem, essa linha de crédito vem se tornando cada dia mais popular com taxas de juros reduzidas, facilidade e agilidade na hora do pagamento.

Somado a isso, é preciso pontuar que esse crédito ajuda muitas pessoas a realizarem os seus sonhos. Além de adquirirem certos bens que demorariam o dobro do tempo para conseguirem sem o empréstimo.

Então, o empréstimo consignado em algumas instituições também está disponível para os negativados. Isso significa que você consegue utilizar o crédito para limpar o seu nome e resgatar o seu poder de compra, mesmo estando com saldo negativo. Bacana, não é?

Logo, é visível que o crédito consignado tem como principal função ajudar as pessoas, oferecendo negociações que se encaixem com a sua condição financeira.

Como a emDia ajuda você na contratação do empréstimo consignado?

Sendo uma parceira na negociação de dívidas, nós oferecemos aos nossos clientes diversas vantagens no momento da contratação do crédito. Nesse sentido, com taxas de juros inferiores às demais linhas de crédito, o nosso consignado é extremamente útil para as pessoas que estão em situação de urgência.

Somado a isso, também facilitamos a vida de nossos clientes por meio do prolongamento dos prazos de pagamento, já que existem bancos que permitem o pagamento das dívidas em até 120 meses.

Agora você já sabe como funciona o empréstimo consignado e tem mais poder de decidir se a opção é interessante para sua situação! Então, no momento em que pensar em adquiri-lo, faça um planejamento financeiro e estude as condições de cada banco. Assim, poderá escolher a opção que mais trará conforto e segurança.

Quer dar o próximo passo no empréstimo consignado? Aproveite para entrar em contato conosco e saiba como negociar suas dívidas!

emDia

por emDia