O que são contas digitais? Descubra quais são as suas vantagens!

27 de novembro / 2020

Você conhece alguém que tem uma ou mais contas digitais? Se a sua resposta foi positiva, não é de surpreender, viu? Isso porque, como apontam as sondagens promovidas pela CNDL em parceria com o SPC Brasil, 45% dos brasileiros já fazem uso desse tipo de serviço. Inclusive, a pesquisa feita pela Deloitte e Febraban apontou que foram 6,5 milhões de contas criadas só em 2019.

E não acaba aí: entre as pessoas que recorrem a elas e aos serviços de contas-correntes oferecidas por bancos físicos, 55% preferem a primeira opção pelos diferenciais oferecidos. Mas por que isso acontece? Quais as razões que popularizam tanto as contas digitais?

Foi pensando nessas perguntas que preparamos este post. Confira e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Afinal, o que são as contas digitais?

rapaz com o celular em aplicativos de organização financeira

Não há muito segredo: as contas digitais são semelhantes àquelas contas oferecidas pelos bancos físicos com os quais os brasileiros já estão acostumados. O que muda é o fato de você poder abrir, mexer, alterar e ter acesso a diversos produtos graças aos aplicativos que bancos e fintechs virtuais oferecem. É por isso que elas têm esse título de digital.

Porque, independentemente do serviço que se deseja, é possível realizá-lo sem a necessidade de comparecer a um estabelecimento físico, ficar refém dos horários comerciais e depender do contato presencial com atendentes e bancários.

Basta estar conectado à internet pelo celular para sanar seus problemas — é o que se chama de mobile banking. Não é para menos que 60% das transações bancárias no Brasil já são feitas nessa modalidade, como relatou o levantamento da Febraban de 2018.

Quais são as vantagens de ter uma ou mais contas digitais?

Explicado o que são as contas digitais, que tal conhecer algumas das principais vantagens que elas oferecem? Afinal, são elas que têm atraído novos clientes e sido responsáveis por popularizar essa nova modalidade de conta. Curioso para saber mais? Pois confira!

Maior economia de dinheiro

As contas digitais, como a Superdigital, não têm o custo de manutenção tradicional obrigatório das contas-correntes nos bancos físicos. Ou seja, não existem aquelas taxas cobradas mensalmente para que você possa fazer saques, realizar transferências (via DOC ou TED), acessar o extrato etc.

Logo, há uma despesa a menos que pode proporcionar uma grande economia em longo prazo para as suas finanças pessoais. Basta fazer as contas: se você paga R$22,90 de taxa de manutenção por mês, em um ano consegue poupar R$274,80. Nada mal, não é mesmo?

Mais personalização dos produtos

Os bancos e fintechs que oferecem contas digitais fazem um acompanhamento muito mais detalhado de como clientes as utilizam. O objetivo disso é oferecer produtos e serviços personalizados de acordo com o seu salário, as suas despesas, as suas movimentações financeiras e, é claro, as suas necessidades pessoais.

Dessa maneira, eles podem disponibilizar cartões de crédito, cashback, plataformas de investimentos, câmbio, bônus de internet e telefonia, programas de fidelidade etc.

Facilidade no atendimento ao cliente

Outra vantagem conhecida é a facilidade no atendimento. Isso porque você tira dúvidas, pede informações e ainda recebe ajuda para sanar pendências bancárias por meio do próprio aplicativo que usa para acessar a sua conta no seu celular. Ou seja, a comunicação com a fintech ou o banco digital é rápida, prática e muito mais dinâmica.

Há tendências para os próximos anos?

mulher com cpf em mãos consultando nome sujo pelo computador

Até aqui, já falamos bastante sobre contas digitais, as vantagens de aderir a elas e como elas podem beneficiar positivamente o seu modo de economizar dinheiro. Agora, chegou o momento de falar a respeito de uma das principais tendências para os próximos anos que vão impactar os correntistas. Consegue imaginar qual é?

Se você disse que é o open banking, saiba que acertou! Isso porque ele tem a ver com o compartilhamento seguro de informações de um banco com outras instituições bancárias para facilitar a vida do cliente. Como isso é possível?

É bem simples: todo o seu histórico (linhas de crédito, entradas e saídas de dinheiro, perfil de consumo etc.) em determinado local se torna acessível para outras empresas quando você decide abrir uma conta ou mesmo migrar totalmente para uma delas e faz a solicitação desse procedimento.

Dessa forma, você não precisa lidar com as limitações de ser um novo cliente que precisa criar um histórico. Ao contrário, devido às suas informações prévias, já dá para usufruir de serviços e produtos bancários personalizados e com limites bem mais flexíveis.

Houve impacto da Covid-19 nas contas digitais?

Com o avanço da Covid-19 e o isolamento social realizado em todo o território nacional, as contas digitais ganharam mais espaço e se tornaram grandes aliadas dos brasileiros.

Isso se deve a alguns motivos. Entre eles, a redução de despesas supérfluas frente ao aumento dos gastos nesse período — que cresceram, segundo levantamento da CNDL, para 42% da população. Afinal, como já mencionamos, a manutenção de contas em bancos físicos e tradicionais é um custo contínuo.

Outra razão foi a disponibilização do auxílio emergencial, que atendeu a mais de 60 milhões de pessoas, como destaca o informe oficial do Governo Federal.

Para ter acesso a esse dinheiro e conseguir movimentá-lo, milhares de cidadãos optaram pelas contas digitais na pandemia, o que fez com que elas apresentassem um crescimento de 122% no período, como apontaram os dados da coluna E-Investido do Estadão — e é fácil imaginar o porquê.

O acesso às instituições tradicionais estava limitado ou mesmo impossibilitado, enquanto os bancos e as fintechs digitais não só ofereciam menos burocracia para abertura e utilização de contas digitais, como também prestavam um suporte 24 horas para os novos usuários. E tudo isso sem qualquer custo para os clientes.

Como você viu, as contas digitais são úteis não só pela praticidade e economia que trazem, mas principalmente pela flexibilidade de uso. Por isso, vale a pena pesquisar e comparar as opções disponíveis no mercado para, enfim, e ter uma para chamar de sua!

Gostou do post? Confira outros conteúdos super explicativos sobre as suas finanças!

Ir para o Blog

Marcella Menasce

por Marcella Menasce