Como ganhar dinheiro na internet? Conheça 16 formas!

11 de dezembro / 2020 (atualizado)

Com a pandemia de Covid-19 e, consequentemente, o isolamento social, diversos postos de emprego foram fechados, o que resultou na queda da atividade econômica e no aumento do desemprego no país.

Dessa forma, a busca por ocupações para trabalhar online se tornou uma possibilidade de renda em meio às incertezas no mercado de trabalho tradicional e à necessidade de se proteger. Assim, novas oportunidades de se recolocar ou mesmo gerar uma renda extra foram criadas.

Já pensou em como ganhar dinheiro na internet? Acompanhe nosso artigo e conheça 16 possibilidades para alcançar esse objetivo. Boa leitura!

1. Marketing de afiliados: uma excelente forma de ganhar dinheiro pela internet

Alguns blogueiros têm gerado receita com links de marketing de afiliados e veiculações de publicidade online. O método como as pessoas ganham dinheiro com essas publicações é vendendo publicidade e publicando postagens patrocinadas.

Para publicidade, muitos blogueiros e criadores de conteúdo usam o Google AdSense. Esta é a rede de publicidade do Google que possibilita inserir anúncios em sites. O Google administra os anúncios e os veicula para o público apropriado. Ou seja, cada usuário verá um anúncio diferente, baseado em buscas e no histórico do navegador.

Por exemplo, alguém pode acessar sua página após pesquisar pincéis. Assim, será exibido em seu site um anúncio do Google, de um varejista online que vende o tipo de pincéis procurado. Em troca dos visitantes clicarem nos anúncios, o Google paga a você uma pequena quantia em dinheiro. A única coisa que você precisa fazer é colocar algum código em certas áreas do site e o Google cuida do restante.

Algumas empresas administram os próprios programas de afiliados. Outras agregam varejistas diferentes aos quais você pode gerar uma URL empregando encurtadores de links.

É possível ainda configurar um formulário em seu site para atrair organizações que desejam trabalhar com você como afiliado usando o Google Forms. Isso facilitará o contato para começar a fazer parcerias.

2. Produtor de conteúdo: desenvolvimento de textos, vídeos e imagens

Sem dúvida, o Marketing de Conteúdo é uma das ferramentas mais importantes para criar um relacionamento com os futuros clientes. Por isso, diversas marcas passaram a utilizá-lo para divulgar os seus produtos. E, na maioria das vezes, as empresas preferem contratar um freelancer para fazer esse trabalho.

Existem muitas maneiras legítimas de ganhar dinheiro pela internet. Dependendo das suas habilidades e do objetivo financeiro, você pode escolher um ou vários métodos. Caso seu objetivo seja criar uma fonte de renda a longo prazo, use todos os meios que puder, desde que sejam sustentáveis e possíveis para você. Quanto mais formas você tiver para ganhar dinheiro online, melhor.

Caso tenha boas habilidades de redação ou relacionadas à escrita, poderá lucrar com conteúdo online. É possível ganhar dinheiro pela internet com blogs, escrevendo artigos, trabalhando para agências de conteúdo e publicando periódicos ou e-books.

Experimente explorar ideias semelhantes, como tradução, edição ou revisão de documentos. Se você tem habilidades de produção de vídeo que combinam com suas competências de redação, pode ganhar dinheiro com um canal no YouTube, por exemplo.

3. Gestor de redes sociais: organização e administração para empresas

Muitos proprietários desejam gerenciar contas de redes sociais com eficácia e estão dispostos a terceirizar essa gestão. Tudo isso com o propósito de encontrar alguém capacitado para utilizar as redes sociais da empresa, divulgar projetos ou produtos e entrar em contato com clientes por esses espaços virtuais.

É possível ganhar muito dinheiro se souber como aproveitar o poder dessas plataformas para ajudar empresas a atrair mais seguidores, leads e clientes fiéis. Ser um gestor de redes sociais vai além de apenas entender como usar o Facebook, o Instagram e o Twitter. É preciso ter habilidade, estratégia e grande senso comercial para começar a conquistar clientes e ganhar dinheiro pela internet.

É indicado começar a crescer a rede social, atualizando a página da empresa regularmente e interagindo com seguidores. Em seguida, obtendo experiência para compreender de forma detalhada como tudo funciona em cada rede social e reunindo avaliações ou testemunhos. Depois, faça ofertas, interaja com possíveis seguidores para movimentar a conta e, assim, consiga os primeiros clientes.

4. Marketplace para freelancers: divulgação de produtos e projetos de empresas

Os profissionais de marketing ajudam empresas e negócios a promover suas marcas. Seu trabalho é ajudar a prender a atenção dos usuários, direcionando clientes em potencial para um site ou empresa e convencê-los a comprar um produto.

A maioria das empresas precisa de ajuda no setor de marketing de uma forma ou de outra. É válido considerar a opção já que o fundador de uma nova empresa de tecnologia não vai querer se ocupar escrevendo e-mails de vendas ou na criação de tweets. É aí que você entra, fazendo todo o trabalho para ajudar a empresa a crescer com técnicas de marketing e vendas.

O mercado freelancer faz a conexão entre profissionais individuais com empresas. Uma plataforma como esta economiza muito tempo quando se trata de encontrar trabalho e finalizá-lo. As empresas cortam custos e os freelancers realizam mais trabalhos em menos tempo, beneficiando, assim, ambas as partes.

Com o avanço da globalização, o alcance dos profissionais está espalhado por todo o mundo e há uma necessidade inegável e crescente de freelancers capacitados. O mercado online é tendência no mundo dos negócios. Embora existam plataformas nesse ramo previamente estabelecidas, qualquer inovação pode colocar sua empresa no topo da lista.

5. Respondendo pesquisas: compartilhamento de experiências

Acredite ou não, algumas empresas vão pagar para você responder pesquisas e formulários. As plataformas costumam oferecer dinheiro para candidatos dispostos a responder questionários para marcas que buscam melhorar seu atendimento, produtos e serviços conforme o seu público-alvo.

É muito fácil utilizar esses sites. Primeiro você precisa se cadastrar em alguma empresa especializada em realizar esse tipo de avaliação, depois acessar os formulários online para responder perguntas contando sua opinião sobre uma variedade de tópicos, como alimentação e saúde.

Cada empresa apresenta sua própria política de pagamento pelas pesquisas, contudo, na maioria das vezes, as pessoas cadastradas ganham pontos ao responderem pesquisas e depois esses pontos são convertidos em dinheiro. Às vezes, você ganhará apenas alguns dólares ou cupons de vale-presente. Em outras circunstâncias, você será colocado em grupos de discussões online que pagam mais de 50 dólares por hora.

A maioria dessas pesquisas pode ser concluída sempre que você tiver um tempo livre. Por isso que esse método é muito conhecido entre estudantes universitários. No geral, o pagamento é feito em dólares diretamente em bancos internacionais e em contas digitais, como PayPal.

6. Criação de cursos online: venda sua expertise

Hoje, os cursos online estão por todos os lados, principalmente após a pandemia de Covid-19. Essa área ganhou ainda mais visibilidade devido à necessidade de adaptação do cenário, mas, com o tempo, muitas pessoas se adaptaram ao método e passaram a valorizar os cursos online da mesma forma que os métodos tradicionais de aprendizado.

Então, se você tem algum conhecimento específico em determinada área que alguém pagaria para tê-lo também, essa pode ser uma ótima opção. Os cursos online podem ser desenvolvidos em formatos diferentes. Desde os simples arquivos educativos em PDF até os vídeos mais elaborados, com várias horas de conteúdo.

De modo geral, existem três opções para isso: vender o seu curso em uma plataforma específica, criar um site próprio e monetizar o conteúdo ou simplesmente criar um canal no YouTube.

Isso vai depender do quanto você pode investir e de qual será o método. Lembrando que os cursos online também podem ser vendidos por links de afiliados e integrados a essas plataformas. Outro fato importante é que você pode aproveitar o formato online das aulas para produzir conteúdos interativos, materiais de apoio e, dependendo do tema, seminários e provas.

7. Venda de produtos digitais: expanda o seu mercado

Também chamados de infoprodutos, os produtos digitais são materiais produzidos em formato eletrônico e vendidos online, como e-books, vídeos, aplicativos, sites e webnários. Seu principal objetivo é instruir e informar o usuário sobre determinado assunto.

Independentemente de sua área de atuação ou histórico profissional, é possível ganhar dinheiro nesse ramo. Em geral, qualquer pessoa pode fazer negócios com esse tipo de produto e conseguir uma boa renda extra com isso.

Para se engajar nesse mercado, você tem duas opções de atuação: como produtor ou como afiliado. O produtor digital é aquele que cria os infoprodutos que serão comercializados na internet, já os afiliados são os divulgadores e, por isso, são essenciais para o sucesso do negócio.

A monetização acontece de diversas maneiras. Você pode criar um site simples e colocar seus produtos à venda, vender por meio de plataformas específicas para infoprodutos, anunciá-los nas redes sociais, fazer campanhas de e-mail marketing, entre outras estratégias. Logo, uma vez que você disponibiliza o produto, ele pode ser comprado repetidamente, de forma prática e rápida.

O ideal é escolher a alternativa que melhor se encaixa ao seu perfil e atenda às suas necessidades. Portanto, procure saber mais sobre como funciona o mercado e comece a ganhar dinheiro totalmente online.

8. Representação de uma marca: lucrando com sua influência online

Um representante comercial atua na venda de produtos ou serviços de uma determinada marca para outras empresas e instituições. Ou seja, é o profissional que ajuda a garantir que o produto ou serviço comercializado alcance uma posição de destaque no mercado.

Esse profissional é a principal ligação entre a marca e seus clientes, sendo fundamental para a criação de um relacionamento da empresa que ele representa com os seus potenciais clientes.

As principais atividades realizadas pelo representante de uma marca incluem: localizar novos clientes, entrar em contato com eles e apresentar os produtos com demonstrações e explicações objetivas, negociar preços, fechar vendas e enviar os pedidos à empresa.

De certa forma, todas essas atividades podem ser feitas pela internet, sem precisar de grandes investimentos ou experiência. Atualmente, com as facilidades do meio online, chamamos esse profissional de influenciador digital. Ele é responsável por promover os produtos de uma marca em suas redes sociais, a exemplo do Instagram, convencendo os seus seguidores a adquirirem tais itens.

Para as empresas, o apoio dos influenciadores garante maior eficiência e credibilidade, captação de clientes, ampliação da área de atuação, economia com estratégias de marketing, aumento do potencial de vendas, entre outros benefícios. Por isso, é vantajoso para as empresas investirem no ramo.

Então, se você tem muitos seguidores nas redes sociais, gosta de compartilhar conteúdo e manter um bom diálogo com seus seguidores, essa pode ser uma ótima opção para ganhar dinheiro sem sair de casa!

9. Narração de livros: faça dinheiro com sua voz

Se você gosta de ler livros, tem uma boa dicção e uma voz agradável, narrar livros é uma alternativa promissora para ganhar dinheiro online. Afinal, essas são as principais ferramentas para quem deseja trabalhar nessa área.

Para muitas pessoas, as obras se tornam bem mais interessantes de serem ouvidas quando as emoções são repassadas pela entonação do narrador, sobretudo aquelas de ficção. A praticidade de poder absorver conteúdos enquanto realiza outras atividades é um fator que explica a popularidade.

plataforma UBX, por exemplo, é uma opção para conseguir esse tipo de trabalho. O site reúne produtores e narradores e estabelece um contato para ofertas e propostas futuras.

Nesse caso, uma ótima dica é utilizar diferentes entonações entre o papel dos personagens, para que a experiência de áudio seja mais completa. Por isso, não deixe de investir em bons equipamentos técnicos, como um microfone profissional, um bom programa de gravação e escolher um local adequado, sem barulhos ou intervenções.

10. Criação de seu próprio blog: venda seus produtos

Os blogs são outra dica de como ganhar dinheiro na internet. Gerenciar esse espaço requer algum tempo, pois não adianta criar um e não o alimentar regularmente com conteúdo relevante. Muitas lojas investem em blogs para captação de leads e assim aumentam as chances de vender produtos e serviços.

O blog não se confunde com a loja virtual, mas deve despertar o interesse do leitor de maneira que ele se sinta motivado a visitá-la ou a manter um relacionamento mais estreito com seu negócio (acessando as redes sociais, por exemplo).

Geralmente, os conteúdos dos blogs terminam com uma Chamada Para Ação (CTA ou Call to Action). Nessa parte, muitas empresas aproveitam e convidam o leitor a visitar o comércio eletrônico ou a conhecer algum produto específico. Também direcionam para outros artigos do blog com a finalidade de aumentar o tráfego.

Dicas valiosas, notícias atualizadas, explicações sobre como funciona a loja ou alguns dos produtos que ela oferece representam conteúdo que pode ser publicado no blog.

11. Consultoria de marketing digital: aplique seus conhecimentos

Atualmente, tanto empresas quanto pessoas físicas utilizam o marketing digital para anunciar seus serviços ou produtos. Porém, não se trata simplesmente de fazer publicidade aleatória no Facebook, no Instagram, no YouTube ou no LinkedIn.

O marketing digital também exige um sério planejamento e um bom conhecimento sobre SEO, palavras-chave, melhor horário para divulgação, o que postar e o que não postar, entendimento sobre métricas e assim por diante.

Nesse sentido, prestar consultoria na área pode ser uma boa fonte de renda. Como pessoa física, já é possível prestar esse atendimento online. Podem ser usadas chamadas de vídeo para uma conversa mais próxima, além de investir em materiais como áudios, PDFs, vídeos e outros. Quem sabe prestando consultoria você quita algumas de suas dívidas?

12. Freelancer: trabalhe nas horas extras e livres

Outra dica de como ganhar dinheiro na internet é trabalhar como freelancer. Na internet, existem muitas plataformas que dão oportunidade de trabalho em diferentes setores sem vínculo empregatício.

É o caso do Workana e do 99Freelas, sites com oferta de projetos para tradutores, redatores, publicitários, programadores, designers, gestores/construtores de sites/blogs, ilustradores e assim por diante.

Uma das vantagens do freelancer é que ele pode apanhar trabalhos de diferentes pessoas físicas e jurídicas, desde que tenha condições de cumprir todos os prazos. Se quiser, pode criar sua própria plataforma de profissional na qual descreverá as atividades que desempenha e os custos dos seus serviços.

13. Edição de imagens e vídeos: venda seus conhecimentos

Você ainda pode oferecer serviços de edição de vídeos e imagens caso domine conhecimentos nessa área. É possível enviar pela internet arquivos em diferentes formatos de vídeo e imagem, sendo muito comum o mp4 e o JPEG, respectivamente.

Para trabalhar nesse campo, você deve saber trabalhar em softwares específicos, como Adobe Photoshop (o mais famoso para tratamento de imagens), Adobe Premiere, Final Cut, DaVinci Resolve, Sony Vegas (todos de edição de vídeo) e muitos outros.

Geralmente, cada profissional atua com seu software predileto, mas o que importa é que os resultados satisfaçam às expectativas do cliente.

Além de enviar arquivos pesados pela internet, o armazenamento na nuvem é uma ótima solução para os que trabalham com edição de imagens e vídeos. Isso facilita bastante a interação entre o profissional e o cliente.

14. Tradutor: trabalhe com as línguas que tem conhecimento

Outra possibilidade é atuar como tradutor. Há plataformas direcionadas exclusivamente a profissionais dessa área. Muitas pessoas procuram serviços de tradutores, principalmente de Inglês e Espanhol, para textos de qualquer natureza (artigos científicos, trabalhos escolares e universitários, trabalhos literários, resumos em monografias e muitos outros).

A demanda é nos dois sentidos: tradução de algum texto em Português para uma língua estrangeira e de um texto em língua estrangeira para o Português. O importante, como em todo trabalho, é entregar dentro do prazo e com qualidade sem aplicar os softwares tradutores disponíveis na internet (DeepL, Google Tradutor).

O cliente deseja uma tradução exata do conteúdo e essas plataformas fazem tradução automática, não servindo para uma apresentação mais formal. Outro ponto importante é oferecer preços competitivos. De qualquer modo, a precificação depende de muitos fatores, já que tradutores juramentados e com mais especialização tendem a cobrar preços mais elevados.

15. Professor: como ganhar dinheiro na internet ensinando

Outra possibilidade é ensinar por meio de videochamadas pelo Skype, WhatsApp Web, Google Meet, Zoom ou qualquer outra plataforma.

O trabalho do professor é amplo, já que existem diversas disciplinas que podem ser exploradas (Matemática, Física, Biologia, Química, Português, Inglês, Espanhol, Literatura, Geografia, História, Desenho Artístico, cursos técnicos e assim por diante). É possível dar aulas específicas para concursos ou de preparação para Enem/Vestibular.

O professor também pode confeccionar material em PDF, gravar vídeo-aulas ou áudios e assim por diante. Há muita flexibilidade para o trabalho de educador via internet.

O Ensino à Distância (EAD) já se consolidou em instituições de ensino superior reconhecidas pelo MEC. Com a crise pandêmica (Covid-19), muitas escolas adotaram esse modelo de ensino para não deixar os alunos sem aulas.

Então, o “professor remoto” é uma boa oportunidade para ganhar dinheiro na internet tanto durante a pandemia quanto depois dela, no “novo normal”. Uma plataforma que pode ser citada para cadastro desses profissionais é a Profes.

16. Ghostwriter: escreva livros para outras pessoas

Outra atividade que está se destacando no mercado on-line é a de ghostwriter (escritor fantasma). Na verdade, ela é antiga. Existem especulações, por exemplo, sobre as obras de Shakespeare. Alguns acreditam que outros escreviam suas peças de teatro (ou parte delas) e ele assinava.

Um dos principais candidatos é Sir Francis Bacon, filósofo e precursor do método científico. Outro forte candidato é Sir Christopher Marlowe, além do Conde de Derby e outros. O compositor Mozart também escrevia peças de músicas que homens da nobreza assinavam. Também é sabido que algumas composições de Roberto Carlos foram escritas pelo seu amigo Erasmo Carlos.

Francisco Gomes da Silva (cujo apelido era Chalaça) era amigo e ghostwriter de D. Pedro I. Autran Dourado foi ghostwriter de Juscelino Kubitschek. Algumas traduções de Monteiro Lobato eram somente revisadas por ele, que dava o toque final às obras, mas eram realizadas por suas filhas.

Ao contrário do que muitos pensam, não se trata de plágio ou charlatanismo. O ghostwriter é pago pelo seu trabalho — e pode ser muito bem pago. Por isso, se trata de uma boa oportunidade para quem gosta de escrever. E nada impede o ghostwriter de atuar como escritor também se desejar, assinando suas próprias obras.

Você pode melhorar suas finanças oferecendo seu talento literário para quem deseja publicar seus livros, mas não consegue transformar suas ideias em textos coesos, respeitando a gramática e com um estilo atraente. Também há plataformas na internet em que o profissional pode oferecer seus serviços nessa área.

Por fim, criar conteúdo ou compartilhar experiências são algumas das maneiras de como ganhar dinheiro na internet. Apesar das oportunidades, é de grande importância que profissionais independentes valorizem o próprio trabalho, precificando suas tarefas apropriadamente e apostando em áreas que apresentam experiência e afinidade.

Gostou do nosso post? Quer ficar por dentro de mais conteúdos como este? Então, aproveite para seguir a gente nas redes sociais, posi assim você fica por dentro de todas as atualizações. Estamos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no YouTube!

Gabriella Araujo

por Gabriella Araujo