Aprenda a poupar dinheiro para investir em projetos

22 de janeiro / 2020 (atualizado)

Quando você acha que está livre do tema “educação financeira”, a vida vem te provando o oposto? Mesmo depois de sair das dívidas e limpar o nome, você ainda sente necessidade de entender mais sobre poupar dinheiro e as infinitas possibilidades? Vem com a gente!

Muitas pessoas conseguem organizar suas finanças, mas acabam ficando na dúvida quando o assunto é dar um passo adiante e aprender a poupar dinheiro se preparando para o futuro.

Se você tem um projeto que ainda não saiu do papel, ou gostaria de ter, mas ainda não sabe como se planejar, não fique estagnado. Acompanhe as dicas que reunimos para você e aprenda de uma vez por todas como poupar dinheiro e realizar seus sonhos!

Qual é a importância de poupar dinheiro?

criança colocando dinheiro em cofrinho

Poupar dinheiro é um passo muito importante em qualquer projeto de organização financeira. Afinal, essa reserva permite que você não seja pego de surpresa e ainda consiga conquistar seus sonhos no curto, médio e longo prazo.

Uma das dúvidas mais comuns sobre esse tema é principalmente a quantidade indicada para economizar por mês. Contudo, a verdade é que não existe uma quantia exata, já que tudo dependerá da sua realidade financeira e dos seus planos para o futuro.

Uma maneira interessante para começar a poupar dinheiro é guardar em torno de 10% a 15% da sua renda líquida mensal após todos os descontos. Assim, vamos supor que o seu salário líquido seja de R$2.000. O cenário ideal é conseguir poupar, no mínimo, R$200 após quitar todas as dívidas (para ajudar você com esses cálculos, você sempre pode usar aplicativos de organização financeira).

Contudo, não se esqueça de separar uma parte do dinheiro para gastar durante o mês. Caso contrário, é muito provável que você acabe usando a reserva naquele período.

Vale a pena poupar para realizar planos?

Descobrir como poupar dinheiro não é a tarefa mais difícil quando o assunto é inteligência financeira. Na verdade, complicado é compreender a necessidade de fazer isso e colocar a atividade em prática.

Muita gente prefere recorrer a empréstimos ou parcelamentos na hora de comprar algo ou realizar um empreendimento. Porém, essa não é uma boa estratégia. Afinal, começar um projeto com uma dívida nas costas não costuma ser uma boa opção.

Portanto, o ideal é que você tenha disciplina e guarde o valor necessário para comprar o que deseja ou para empreender, ainda que demore um pouco. Dessa forma, você terá toda a sua renda livre no mês subsequente e estará mais preparado para alguma adversidade.

Como poupar dinheiro para concluir metas?

Agora que você já entendeu a importância de guardar dinheiro, está na hora de aprender de fato como fazer isso. Portanto, continue acompanhando as nossas dicas. Descubra como poupar dinheiro e investir nos seus sonhos!

Pense no que esse projeto representa para você

Se você está começando a se planejar agora e não sabe se conseguirá poupar dinheiro suficiente, pense em tudo que o projeto representa: ele o fará mais feliz? Você tem esse desejo há muito tempo? É um passo para ajudá-lo a atingir outras metas?

Se a resposta para essas e outras questões for sim, você realmente tem motivos para se esforçar e manter o foco. Se for necessário, escreva seus sonhos em um papel e leia sempre que pensar em gastar com alguma coisa desnecessária. Desse jeito, você ficará sempre motivado a conseguir atingir seus objetivos!

Defina o custo do seu projeto

Antes de mais nada, faça as contas e defina quanto o projeto em questão vai custar. Nesse momento, inclua todos os gastos que você pode prever e adicione um extra para situações inesperadas.

No caso de uma viagem, por exemplo, some os custos do transporte (passagens ou gasolina), da estadia, das atrações que você deseja visitar e também uma estimativa de quanto gastará com alimentação e compras locais.

Já no caso de uma reforma, lembre-se dos gastos com material e mão de obra. Além disso, inclua uma quantia para possíveis imprevistos (que quase sempre acontecem).

Faça um calendário

Fazer um calendário e acompanhar os dias que faltam para a realização de um sonho pode ser uma ótima motivação. Tornar essa espera mais visual pode ser um incentivo a mais para poupar dinheiro.

Marcar tarefas como concluídas pode ser extremamente prazeroso. Portanto, celebre pequenas vitórias, como deixar de comprar alguma coisa ou guardar um pouco a mais. No entanto, se você tiver problemas com ansiedade, ficar olhando todos os dias para o calendário pode causar o efeito inverso.

Crie metas e prazos

Defina quanto você consegue economizar por mês e coloque uma meta a ser alcançada até uma data predeterminada. Quando você define uma data e uma quantia para juntar, é mais fácil não comprometer toda a sua renda mensal e conseguir poupar dinheiro. Quando for definir essa meta, lembre-se dos seus projetos pessoais e use isso como motivador.

No entanto, não se esqueça de que esses objetivos devem ser realistas e possíveis. Se você ganha R$1.000,00 e tem uma despesa fixa de R$300,00, não adianta colocar como meta guardar R$800,00 por mês. Você sempre vai precisar gastar com alguma coisa, e isso o fará se sentir culpado.

#Dica extra: quando for estipular suas metas de gastos ou fizer seu planejamento financeiro, sempre arredonde as suas despesas para cima e a renda para baixo. Desse modo, mesmo que aconteça um imprevisto nas contas de casa, você não fugirá muito do seu plano, e será mais fácil poupar dinheiro extra.

Pague todas as contas no mesmo dia

Modifique a data de vencimento das suas contas fixas para a mesma data, de preferência logo depois de cair o seu pagamento. Dessa maneira, é mais fácil organizar todas as dívidas, porque você paga tudo o que precisa de uma vez e tem uma ideia melhor de quanto sobra para passar o mês sem ser surpreendido com algum boleto que tenha ficado para trás.

Envolva os familiares

Organizar as finanças não é tarefa para uma única pessoa da casa. É preciso criar o hábito de conversar sobre dinheiro com o cônjuge e os filhos. Então, envolva os seus familiares nessas metas, explique qual é a renda de vocês mensalmente e converse sobre a necessidade de poupar.

Essa conversa é sempre válida, mas ganha uma importância ainda maior quando os planos envolvem todos da casa, como no caso de viagens em família ou reformas. Nesses casos, é essencial conversar com os filhos e explicar que economizar é o que tornará esses sonhos possíveis!

Afinal, não adianta se esforçar para cortar despesas se os outros integrantes da família não param de gastar ou não entendem o motivo de estarem sofrendo essas restrições. Isso gera um clima ruim e acaba atrapalhando bastante o processo.

Converse com os pequenos sobre educação financeira

É muito mais fácil ter controle sobre as finanças quando esses valores são aprendidos desde cedo. Portanto, fale sobre educação financeira para as crianças e procure ensiná-los a lidar com dinheiro.

Saber o quanto é necessário trabalhar para ganhar impede que eles gastem indiscriminadamente no futuro. Sendo assim, evite dar presentes fora de datas especiais sem que eles precisem apresentar uma contrapartida.

Pequenas tarefas, como lavar a louça, arrumar o quarto ou varrer o quintal, podem ser realizadas para que um objetivo seja atingido, como comprar aquele celular novo ou um brinquedo que estão querendo muito. Mas é importante que essas atividades sejam proporcionais ao valor do produto, para que eles valorizem a conquista.

Ainda que você tenha uma ótima condição financeira, é importante que as crianças saibam como o mundo funciona e que nada vem tão fácil quanto imaginam.

Planeje mesmo com renda variável

Quem é autônomo sofre mais na hora de poupar dinheiro. Afinal, não dá para saber, com certeza, quanto você ganhará por mês. Uma dica interessante é tirar a média de salário dos últimos 12 meses. Aproveite e analise os ganhos mínimos e máximos e se a sazonalidade interfere na sua renda.

A partir disso, ficará mais fácil começar o seu planejamento. Inicie levantando os seus gastos essenciais e tenha certeza de que eles são compatíveis com a sua renda mínima. Dessa forma, nos meses em que superar a média, conseguirá poupar mais.

Repense seu estilo de vida

Na hora de comprar, evite usar tanto o cartão de crédito e tente sair às compras com dinheiro em espécie ou apenas com cartão de débito. Dessa maneira, você saberá o quanto pode gastar.

Em relação ao lazer, essas pequenas mudanças também podem ser realizadas para poupar dinheiro, mas sem comprometer a sua qualidade de vida. Em vez de sair todos os dias do final de semana, escolha apenas um e crie outros programas com a família nos demais. Também vale a pena usar cupons, conhecer plataformas de cashback, optar por pratos promocionais e curtir programas culturais gratuitos.

Encare a poupança mensal como mais uma de suas despesas

Para não cair na “tentação” de usar o dinheiro que seria poupado em outros tipos de compras, a dica é encarar essa porcentagem como uma despesa fixa. Quando fizer seu planejamento, já inclua esse valor e, no mesmo dia em que realizar o pagamento de todas as contas, envie essa quantia para a sua reserva.

Analise as despesas com transporte

Os gastos com transporte podem comprometer boa parte da sua renda ao final do mês. Nesse caso, considere suas atividades diárias e tente otimizar os seus trajetos. Uma academia perto do trabalho pode evitar uma viagem, por exemplo.

Da mesma forma, sempre que possível, procure andar a pé ou usar transportes alternativos, como o metrô no lugar do Uber ou táxi. Pode parecer pouca coisa, mas você vai notar a diferença no final do mês.

Pesquise antes de ir ao supermercado

Para muita gente, os gastos com supermercado levam a maior fatia do pagamento. Nesse caso, é claro que a alimentação deve aparecer no topo da sua lista de prioridades. Contudo, há maneiras de economizar sem passar vontade.

Pesquisar preços é uma delas. Você pode comparar folhetos informativos ou fazer suas compras online. Outra dica legal é aproveitar os atacadistas. Produtos não perecíveis costumam sair muito mais baratos quando comprados em quantidades maiores.

Frutas e legumes também são bem mais acessíveis na feira. Portanto, deixe a preguiça de lado e economize bastante.

Economize com certos gastos domésticos

Isso pode variar bastante de pessoa para pessoa e depende muito do estilo de vida de cada um. No entanto, se você está querendo economizar para realizar um sonho, pode ser interessante abrir mão de alguns serviços.

Pacotes de internet podem ser negociados. Alguns deles oferecem muitos serviços extras que você nem usa. Nesse caso, optar por um pacote mais personalizado pode ser uma grande economia.

O mesmo acontece com a televisão a cabo. Hoje em dia, existem muitos aplicativos que oferecem entretenimento gratuito. Você pode assistir tanto no computador quanto na televisão, usando um aparelho para espelhar o celular ou uma Smart TV. Esses apps saem muito mais baratos que uma TV por assinatura. Portanto, veja se tudo o que você gasta mensalmente é realmente necessário.

Outra dica valiosa é ficar de olho no consumo de aparelhos eletrônicos. Apagar a luz ao sair dos cômodos e tirar equipamentos da tomada são gestos simples e que fazem diferença. Limitar o tempo do banho quente e do ato de passar roupas também pode fazer milagres no final do mês.

Poupe dinheiro extra

As férias, o 13º, o FGTS e outras rendas extras costumam ser empregadas de que forma no seu planejamento? Se você deseja poupar dinheiro para realizar suas metas, a dica é guardar esses valores.

Por mais que possa ser uma tentação pegar esse dinheiro para usar nas festas e viagens de final de ano, pense que são pequenos sacrifícios para um bem maior. Agora você pode até não precisar deles, mas imprevistos podem acontecer, e essa reserva extra ajudará muito nesses momentos.

Defina como investirá seu dinheiro

Poupar dinheiro pode ser complicado, mas o pior é investi-lo errado e não conseguir atingir seus objetivos. Por isso, existem várias possibilidades, dependendo da sua meta. Afinal, se você investir corretamente, o dinheiro pode render juros, acelerando o alcance da sua meta.

Para a reserva de emergência ou para projetos a curto prazo, é importante optar por um investimento que tenha uma alta liquidez, ou seja, que você possa retirar o valor investido rapidamente, sem perder dinheiro. A poupança é uma alternativa que funciona nesse caso, assim como o CDB, embora os juros sejam menores.

Já para investimentos de longo prazo, você poderá optar por opções com baixa liquidez e uma rentabilidade maior, como os fundos de investimento, o Tesouro Direto ou a Previdência Privada.

Saber como poupar dinheiro é um conjunto de ações. Você precisa de motivação, foco e um bom planejamento para ter sucesso e alcançar os seus sonhos. Se estiver endividado, não desanime. Com a orientação certa, você pode sair do vermelho e ainda juntar todo o dinheiro que precisa para os seus projetos. Depois de todas essas dicas, ficou mais fácil pensar em maneiras de poupar dinheiro, não é verdade?

Curta a nossa página no Facebook e receba sempre orientações interessantes como essa! Também confira nosso blog, que está sempre recheado de ótimas dicas!

Visitar o Blog

Marcella Menasce

por Marcella Menasce