É possível sair das dívidas comendo pizza? Pergunte-me como!

24 de dezembro / 2019 (atualizado)

Você está endividado e isso tem sido sua maior preocupação, fazendo com que os momentos de lazer não existam mais? Se sim, viemos para te mostrar que existe uma solução!

Mas antes de mais nada, saiba que você não está sozinho(a). O número de brasileiros endividados chegou a 62 milhões em 2019, de acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Muitos pensam que, para cortar gastos e sair das dívidas, é necessário abrir mão de absolutamente todos os momentos de lazer e viver apenas para o trabalho e para os boletos.

Se você pensa assim, saiba que distrair a mente também é importante para conseguir lidar com mais calma com situações complicadas como essa. Nesse conteúdo, explicamos como é possível sair das dívidas sem abrir mão de todos os momentos de prazer e diversão. 

Conheça sua realidade financeira e os limites da sua mente para sair das dívidas

É preciso entender as distrações como um meio para conseguir lidar posteriormente com os problemas. O primeiro passo para sair das dívidas é conhecer a sua realidade financeira. Ou seja, quanto você ganha e quanto gasta (e também o quanto disso já está comprometido com as contas em aberto).

Embora pareça uma tarefa simples, uma pesquisa do SPC apontou que quase 6 em cada 10 consumidores não sabem quanto estão devendo e 36% dizem desconhecer para quantas empresas devem.

Isso não significa que essas mesmas pessoas não estão preocupadas com o que tem que pagar no final do mês, mas sim que é muito difícil se organizar e estabelecer metas, especialmente quando já está endividado. Esse tipo de situação atrapalha o emocional mesmo das pessoas mais tranquilas, e estar focado apenas em sair da dívida sem uma pausa para relaxar pode ser desgastante. 

Sabe aquela expressão que diz que cabeça quente não resolve nada? Investir nos momentos de lazer pode ser também um investimento na sua saúde e em uma forma de resolver os problemas de cabeça fria.

Gastei demais! Como faço para guardar dinheiro para o lazer?

Depois de fazer um planejamento para sair das dívidas atuais, ficará mais fácil visualizar sua real situação financeira. Quanto mais você criar o hábito de planejar as suas compras e despesas, mais fácil será lidar com o dinheiro e entender como separá-lo para fins que você não considerava assim tão importantes antes.

Usar planilhas ou aplicativos para organizar suas finanças e estabelecer uma meta máxima de gastos para cada atividade é uma ótima dica! Mas lembre-se: além dos gastos fixos, sempre surge um imprevisto, por isso, é importante ficar atento. 

É claro que tudo deve ser feito dentro do seu limite e do seu orçamento, mas isso não significa abrir mão de coisas que te divertem e fazem feliz. Se a situação está mais apertada nesse mês, por exemplo, pense em opções mais baratas de lazer.

Várias atividades super diferentes do comum são gratuitas ou cobram um valor simbólico. Você pode se divertir e sair da rotina gastando muito pouco. Foi pensando nisso que a emDia separou várias possibilidades divertidas e “em conta” para você incluir no seu dia a dia.

Confira:

Atrações 0800

Instituições como o Sesc ou centros culturais da sua cidade sempre oferecem shows, oficinas, mostras de cinema e espaços para a prática de diversos esportes. Conheça os locais mais próximos de você e aproveite essas atividades que muitas vezes passam despercebidas do nosso radar pelo simples fato de não estarmos habituados.

Passeios Educativos

Toda cidade tem muita história pra contar, e com a correria do dia a dia não notamos o que o lugar onde moramos tem a nos oferecer. Visite museus gratuitos, esse tipo de passeio, além de divertido, pode agregar muito conhecimento. Alguns dias da semana são mais favoráveis para isso e é possível encontrar muita coisa diferente gastando zero reais.

Eventos Locais

Com certeza você já ouviu falar de eventos organizados de forma gratuita na sua cidade, como saraus e aulas abertas, muitas escolas e prefeituras oferecem atividades para a comunidade, mas nem sempre a divulgação é tão boa assim. Fique de olho nas redes sociais ou em cartazes nos arredores e aproveite com a família!

Cozinhar em conjunto pode ser divertido!

Troque algumas idas a restaurantes por cozinhar em casa, aproveite para testar aquelas receitas que estão a muito tempo salvas nos seus favoritos e engajar a família e os amigos nessa ideia. Existem várias receitas simples que podem ficar ainda mais divertidas em conjunto. Cada um faz um pouquinho e o fato de não estar em um restaurante vai passar despercebido.

Cinema em Casa

Reúna os amigos ou a família e faça uma sessão de cinema em casa. Escolha um filme diferente para compor a noite, combine aquela comida gostosa que todo mundo estava com vontade de comer e aproveite! Dividindo os gastos da comida, tudo fica mais barato e a companhia faz a diferença.

Faça um Piquenique

Que tal, ao invés de gastar um dinheirão fora, preparar um passeio no parque da sua cidade com as comidas que você cozinhou em conjunto com a galera? Quando em boa companhia não precisamos de muita coisa, e de quebra ainda dá para levar os cachorros para passear e as crianças para uma brincadeira ao ar livre. 

É claro que a sua imaginação conta muito na hora de escolher o que fazer no seu momento de lazer, e começar considerando aquelas coisas que já estavam riscadas da sua lista (ou sequer entraram nela), pode ser um bom meio de inovar!

Meia Muçarela, meia o que você quiser

Uma vez na semana, comer aquela pizza com a família ou os amigos não piorará nem melhorará a situação, se o seu planejamento estiver em dia. Por isso, ser radical ao extremo pode gerar ainda mais frustração.

 

Viu só?

É possível encontrar bons momentos de lazer gastando pouco (ou nada)!

Porém, um ponto importante é que todos da casa conheçam a situação financeira em que se encontram. Somente assim será possível manter os gastos alinhados para conseguir sair das dívidas sem abrir mão do lazer de nenhum membro da família. Investir na educação financeira das crianças, por exemplo, ajuda muito nesses momentos fora de casa.

Tente fazer trocas: ao invés de sair para comer 3 vezes por semana, por exemplo, reduza para 1. Você também pode optar por locais com preços mais em conta e se jogar nas promoções!

O importante é ter equilíbrio e sensatez nas escolhas, de modo a conseguir pagar as suas contas e também ter mais felicidade. Nesse momento, é essencial começar a se policiar, evitando as compras por impulso.

Dá para sair das dívidas comendo pizza, indo ao cinema e se divertindo com a família. Com bom planejamento, mudanças de hábitos de consumo e pesquisas para entender as possibilidades na sua cidade, tudo se equilibra.

 

Para eliminar as suas dívidas, conte com  a emDia!

Ir para o site da emDia

Marcella Menasce

por Marcella Menasce