É possível fazer um cartão Santander para negativado? Descubra!

19 de novembro / 2019 (atualizado)

Saber como fazer cartão de crédito para negativado é algo bastante difícil. Afinal, essa é uma das primeiras análises que os bancos fazem antes de aprovar o cartão para os clientes.

Será que existem bancos que oferecem crédito mesmo para quem está com o nome sujo? Como é feito esse processo de aprovação? E será que vale a pena investir nessas alternativas?

Se você tem essas dúvidas, continue lendo este artigo que preparamos para esclarecer esses pontos!

Por que os bancos rejeitam os pedidos de cartão de crédito?

CPF na nota fiscal

Você já deve ter usado um cartão de crédito ou realmente tem muita vontade de possuir um, né? Essa é uma característica de muitos dos brasileiros. De acordo com os dados do SPC, o cartão de crédito é uma das principais modalidades de pagamento usadas por aqui. No nosso país, já são quase 52 milhões de usuários.

Se você quer saber como fazer cartão de crédito para negativado, entenda que isso será um pouco difícil. Os bancos tendem a recusar pedidos do tipo para quem tem um histórico de inadimplência.

Além disso, existem outros motivos para a rejeição de um pedido de cartão. Listamos a seguir os mais comuns!

Dados incorretos ou falta de documentação

Se você está com o nome limpo, mas não consegue o cartão de crédito, o problema pode ser em relação aos dados pessoais que você informou. É importante que todos eles estejam corretos, principalmente os relacionados à renda e ao seu CPF.

Quando você envia uma solicitação ao banco, ele revisa todas essas informações e, se encontrar algum dado divergente, pode cancelar automaticamente o pedido.

Nome sujo

Estar negativado ainda é um dos principais problemas que faz com que as pessoas não consigam ter o cartão de crédito. Isso gera um grande número de buscas por métodos de conseguir um cartão, ainda que com esse empecilho.

Conseguir crédito para negativados é complicado, porque o cartão de crédito funciona quase como um empréstimo, já que o banco concede uma determinada quantia a você.

Por essa razão, saber como fazer cartão de crédito para negativado é tão difícil. Se o banco vê que a pessoa teve algum problema no passado, se sente menos motivado a aprovar o cartão.

Essas informações são facilmente acessadas pelos bancos, que conseguem avaliar o histórico dos pagadores, conferindo quem costuma atrasar as contas e quem já tem dívidas em seu nome.

Histórico de dívidas

Aliás, é possível que, mesmo com o nome limpo, o banco não aceite o seu pedido de cartão de crédito. Isso porque você pode ter um histórico de dívidas apesar de, no momento, não estar devendo para ninguém. Ou ainda, a liberação é feita, mas com um baixo limite para uso.

Valor da renda abaixo do mínimo exigido

Quando você solicita um cartão de crédito, o banco faz uma análise detalhada sobre a sua vida financeira, inclusive avaliando o quanto você ganha.

Os limites do cartão solicitado podem variar bastante de acordo com vários fatores, como se o cartão é nacional ou internacional. Normalmente, quanto maior for a taxa cobrada, maior será também a renda exigida.

Aqui fica a dica: cartões de uso internacional normalmente exigem rendas mais elevadas. Por isso, prefira aqueles de uso local.

Perfil de risco alto

Por fim, o banco poderá negar seu cartão de crédito porque considera o seu perfil de risco elevado.

Nessa conta, entram outros pontos além do seu histórico de pagador, como: idade, estado civil, emprego e renda mensal, histórico de dívidas, se já teve o nome sujo, análise da documentação e histórico de crédito e de contas em diversas instituições financeiras.

Como fazer cartão de crédito para negativado?

homem com cartão na mão prestes a comprar pela internet

A resposta é: depende da situação de cada um. A verdade é que não é tão simples assim saber como fazer cartão de crédito para negativado, pois os bancos vão considerar essa ação como arriscada.

Apesar disso, ainda é possível tentar opções no mercado que possam se aproximar mais da sua realidade. O Santander apresenta um cartão em parceria com o SPC e o Serasa chamado “Santander Free”. Para ter acesso a ele, é preciso ter uma renda mínima de R$1.000.

Tenha em mente que o banco avaliará não apenas a sua renda, mas também os outros quesitos listados acima, além do seu score de crédito. Por meio dele, será possível entender o motivo de sua negativação e, a partir daí, descobrir se a aprovação é viável.

Para solicitar o cartão Santander para negativado, é preciso ser maior de 18 anos, ter um CPF válido e um score aceitável. Você terá acesso a essas e outras informações pelo site do Santander.

Outras opções

Se você não conseguiu ser aprovado para o cartão Santander Free, não tem problema. Existem outras possibilidades, como os cartões pré-pagos. Eles funcionam da seguinte maneira: você adiciona uma quantidade de crédito no cartão e poderá usá-lo de acordo com o valor incluído.

Mas é preciso conferir certinho as taxas de adesão, recarga, saque e mensalidade, porque, em alguns casos, esses cartões podem sair mais caros que os de débito. São boas opções para a sua vida financeira, incluindo pequenas compras ou assinaturas que exigem cartão de crédito.

Vale a pena investir em um cartão de crédito estando negativado?

Apesar de todas essas facilidades, muitas pessoas se questionam se realmente vale a pena buscar saber como fazer cartão de crédito para negativado.

Infelizmente, é preciso considerar que nem todos sabem controlar bem o cartão de crédito. Se você já está com dívidas, existe uma chance maior de contrair outras, tornando a sua vida financeira bem complicada.

A melhor ideia é buscar, primeiro, pagar as suas dívidas e depois pensar em ter um cartão de crédito. Mesmo porque, com o nome limpo, você conseguirá melhores condições, com mais opções de cartões e taxas de juros menores para empréstimos e financiamentos.

Portanto, em vez de pensar em como fazer cartão de crédito para negativado, é importante focar o seu esforço em duas frentes. A primeira delas é em limpar o seu nome e a segunda é em conseguir um bom score de crédito.

No entanto, não precisa se preocupar se você não souber como fazer isso. Nós ajudaremos você a vencer esses dois desafios a seguir. Portanto, siga a leitura!

Quais são as melhores práticas para aumentar o seu score de crédito?

como aumentar score

O score de crédito é uma avaliação que cada pessoa recebe em relação ao seu histórico com empréstimos, financiamentos e outras operações do tipo. Normalmente, o score vai de 0 a 1000, sendo que 1000 é a melhor pontuação e 0 é a pior. Você pode até não saber que o score de crédito existe ou sequer qual é a sua pontuação, mas entenda que ele afeta a sua vida todos os dias.

Pois é! Diariamente, bancos e empresas precisam decidir se aprovam ou não operações de crédito com os clientes. Sabe aquele carnê que você quer para comprar um eletrodoméstico? Ele é uma operação de crédito. Por isso, a loja vai ver o seu score antes de aprová-lo ou não. O mesmo vale para cartão de crédito e muitas outras coisas no seu dia a dia.

Portanto, é importante ter uma boa pontuação de score de crédito para poder conseguir um cartão de crédito mais facilmente, além de receber juros menores e outras vantagens. Quer aprender como fazer isso? Veja as nossas dicas a seguir!

Limpe as suas dívidas

Se o score de crédito traduz o seu histórico de bom pagador, faz sentido que seja importante não ter dívidas em seu nome. Afinal, quem contraiu uma dívida acabou por, infelizmente, quebrar um compromisso. Desse modo, o score diminuiu.

No entanto, não precisa desanimar, porque as coisas não permanecem assim para sempre. Pelo contrário: se você renegociar as dívidas e conseguir pagá-las, o seu score volta a subir. Não acontece imediatamente, claro, mas, aos poucos, a pontuação sobe. É como recuperar a confiança de um amigo, entende?

Portanto, se o seu nome está negativado, acompanhe as dicas que daremos no fim deste artigo. Elas ajudarão a limpar as suas dívidas e aumentar o seu score por consequência!

Mantenha seu nome no Cadastro Positivo

Em 2019, entrou em vigor a Lei Complementar 166/2019, que criou o Cadastro Positivo. Ele é o contrário do cadastro negativo: em vez de mostrar o que a pessoa não pagou, ele mostra o que a pessoa pagou. Assim, a avaliação pode ficar mais justa! Até a pessoa mais organizada do mundo pode não conseguir pagar uma conta. É um pouco injusto que esse único erro prejudique o seu score de crédito e os outros 99% de acertos não contribuam para melhorá-lo.

No entanto, ficar ou não no Cadastro Positivo é uma opção dos consumidores. Se você tirar o seu nome de lá, essas informações se perderão. Dessa forma, é importante que não só você mantenha seu nome nele, como garanta que todas as informações de contas pagas são direcionadas para lá para melhorar o seu histórico.

Tenha contas em seu nome

Muitas famílias têm o hábito de acumular as contas de casa no nome de apenas uma pessoa. Por exemplo, fica a conta de luz, água, gás e telefone no nome do pai ou no nome da mãe.

O problema dessa ação é que as outras pessoas da família, que não têm uma conta em seu nome, não conseguem provar que são boas pagadoras. Lembra que dissemos que o Cadastro Positivo conta todos os compromissos que você paga em dia? Pois então! Se você não tem contas em seu nome, mas sim no nome de outra pessoa, esse esforço não contará para a sua pontuação.

Dessa forma, passe algumas contas para o seu nome e mantenha o pagamento sempre em dia. Isso ajudará o mercado a ter confiança de que você é um bom pagador.

Como pagar as dívidas para ter um novo cartão?

Tanto para conseguir melhorar o seu score, quanto para ter um cartão de crédito aprovado, você precisará quitar as suas dívidas. Se você não sabe como fazer isso, não se preocupe: nós temos uma série de dicas que vão ajudar! Veja mais a seguir!

Priorize suas dívidas do jeito certo

Se você tem muitas dívidas em seu nome, é normal ficar um pouco desesperado. No entanto, não fique. Há maneira de resolver a situação com um pouco de organização. Você só precisa aprender como priorizar os seus credores da maneira certa. Existem dois fatores para decidir o que pagar primeiro: o primeiro é o quão essencial é aquele serviço ou pagamento. O segundo é a taxa de juros cobrada caso você não pague.

Use ganhos extras para limpar seu nome

Não é raro que apareça um dinheiro extra em nossa vida. Por exemplo, existe o 13º salário ou um saque do FGTS. Quando essas oportunidades aparecerem, direcione esse dinheiro para pagar suas dívidas. Isso dará um respiro muito importante para você!

Saiba negociar com os credores

A melhor maneira de limpar o seu nome é sentar e negociar com os seus credores. Ao fazer uma negociação, é possível conseguir descontos e condições especiais para o pagamento. E o melhor: depois de pagar a primeira parcela, seu nome já deve ser removido da lista de negativados. Claro que, se você tiver mais de uma dívida, precisará negociar e começar a pagar todas para sair da lista de negativados.

Como renegociar dívidas online?

Se você deseja esquecer essa história de como fazer cartão de crédito para negativado, precisa limpar o seu nome. Só assim você conseguirá um cartão com uma boa taxa de juros no mercado.

Para isso, é importante saber como escolher uma empresa parceira que seja de sua confiança. Ela ajudará conseguir reduções nas dívidas que você tem com seus credores.

A melhor maneira de encontrar uma parceira de confiança para essa negociação online é olhar o histórico da empresa. Veja qual é o seu gabarito e quais são as condições que ela oferece para o pagamento das dívidas.

Se você realmente quer pagar suas dívidas para não precisar saber como fazer cartão de crédito para negativado, veja a nossa dica a seguir!

Renegocie com a emDia

Uma maneira de limpar seu nome é com a renegociação online da emDia, na qual é possível parcelar o débito em aberto e conseguir ótimos descontos e condições especiais, além de poder escolher parcelas que cabem no seu bolso!

A emDia é uma plataforma online de renegociação de dívidas. Com ela, em poucos cliques e pela tela do seu celular ou computador, você conseguirá criar um plano específico para quitar seus débitos e deixar a sua vida financeira no azul.

Com a emDia, os descontos obtidos nas dívidas pode chegar a até 98%! Além disso, você pode parcelar o pagamento em até 120 dias. Também é possível usar um cartão de crédito como forma de pagamento, se conseguir um. Se não tiver, basta gerar os boletos para pagar as parcelas conforme combinado.

Para terminar, você ainda não corre o risco de esquecer de pagar uma parcela e ver o seu nome voltar para a lista de negativados. Isso porque a gente lembra você quando a data de vencimento estiver chegando. Ótimo, não é?

A partir daí, será mais fácil ter controle financeiro para solicitar o seu cartão de crédito, e o Santander, com certeza, será uma opção viável e muito interessante para você.

Gostou de aprender mais sobre educação financeira e sobre como fazer cartão de crédito para negativado? O ideal, como vimos, é traçar um plano para limpar seu nome, melhorar seu score e, desse modo, conseguir um cartão com boas condições.

Veja agora como a emDia pode te ajudar nessa missão!

Ir para o site da emDia

 

Marcella Menasce

por Marcella Menasce